Uma das bebidas mais consumidas entre os brasileiros é a cerveja. A marca mais vendida é a Skol. Mas você sabia que estamos distante dos tchecos, os maiores consumidores de cerveja do mundo? Veja nas linhas adiante 15 curiosidades sobre a cerveja que você provavelmente não sabia.

 

A cerveja é uma das bebidas mais antigas do mundo. Só para se ter uma ideia, ela já era fabricada por volta de 6.000 antes de Cristo, na antiga Mesopotâmia.

 

O Código de Hamurabi continha leis sobre a fabricação e comercialização da cerveja, bem como sobre os deveres e direitos dos frequentadores das tabernas.

 

Dizem que os trabalhadores envolvidos na construção das pirâmides do Egito recebiam quatro litros de cerveja por dia. Relatos afirmam que eles preferiam consumir a bebida a tomar água do rio Nilo, que era poluída.

 

A cerveja com maior teor alcoólico do mundo, 70%, é a Koelschip Mystery of Beer, produzida pela fabricante holandesa Brouwerij Koelschip.

 

Já a cerveja mais cara do mundo foi a Antarctic Nail Ale, produzida pela microcervejaria Nail Brewing, com valor estimado em US$ 800. Toda a renda das únicas 30 garrafas produzidas foi destinada a uma ONG de preservação das baleias.

 

Por falar em poluição, consta que as pessoas preferiam beber cerveja ao invés de água durante a Idade Média. A razão era bem simples: a água de rios, córregos e poços era geralmente contaminada, tornando-se com frequência um risco para a saúde.

 

O país onde mais se consome cerveja no mundo é a República Tcheca, cuja média de consumo anual é de 143 litros por pessoa. Só para efeito de comparação, o Brasil fica em 33º lugar.

 

A primeira cerveja em lata da história foi a norte-americana Krueger’s, lançada em 1935. O detalhe é que ela precisava de um abridor de latas para ser aberta.

 

Os maiores produtores mundiais de cerveja são, pela ordem, China, Estados Unidos e Brasil. Os chineses produzem em torno de 48,9 bilhões de litros do precioso líquido por ano, quase quatro vezes mais do que o Brasil. Mas…

 

A maior fabricante de cerveja do mundo é a belga Anheuser-Busch Inbev, proprietária de mais de 200 marcas. Entre as suas marcas mais conhecidas estão a norte-americana Budweiser, a belga Stella Artois, a argentina Quilmes, a alemã Beck´s, a mexicana Corona e as brasileiras Antarctica e Brahma. Aliás…

 

A Bélgica é o país com maior variedade de marcas de cerveja em todo o mundo. São 1.500 rótulos diferentes, a maioria do tipo Ale.

 

A cerveja só passou a ser consumida no Brasil no início do século XIX, com a chegada da Família Real portuguesa. Hoje, existem mais de 300 rótulos artesanais por aqui.

 

Entre as marcas artesanais, a mais vendida é atualmente a IPA (Indian Pale Ale).

 

Os rótulos mais consumidos entre os brasileiros pertencem aos grandes fabricantes. São eles, pela ordem: Skol, Brahma, Schin, Kaiser e Crystal.

 

A marca de cerveja mais antiga ainda em operação é a alemã Weihenstephan, que começou a ser fabricada no ano 1.040.

 

As garrafas de cerveja são normalmente marrons porque ajudam a proteger o produto dos raios ultravioletas, que alteram o sabor da bebida.

 

Existem inúmeros rótulos com sabores exóticos, como bacon, pizza, curry e, acredite se quiser, testículos de boi.

 

A primeira sexta-feira de agosto é o Dia Internacional da Cerveja.

 

Fontes: Wikipédia, Forbes, Exame, Mega Curioso.

 

Share: