Como é produzida uma fragrância? Qual a diferença entre um perfume cítrico e um amadeirado? E qual o perfume mais caro do mundo? Veja as respostas para essas e outras curiosidades nas linhas a seguir.

 

A produção de um perfume começa com uma pesquisa de mercado que define o público-alvo (homem, mulher, jovem etc) e seu estilo de vida (esportivo, executivo ou conservador, por exemplo). O detalhe é que a pesquisa não define apenas a fragrância, mas o design da embalagem.

 

O perfumista começa a produzir a fragrância a partir das informações coletadas por essa pesquisa. Ele mistura de 30 a 300 ingredientes até chegar no produto a ser testado. Detalhe: a paleta de um perfumista possui mais de 2,5 mil ingredientes.

 

São criadas em torno de 15 fragrâncias de uma vez, que serão testadas pelo público-alvo até a definição do perfume que será lançado no mercado.

 

Os perfumes cítricos são geralmente unissex. Possuem fragrância como tangerina, limão, grapefruit e outras frutas. São ideais para o clima quente e podem ser usados em qualquer hora do dia.

 

Os amadeirados costumam ser essencialmente masculinos. Possuem notas de sândalo, patchouli, ébano e cedro, entre outros tipos de madeiras. Normalmente possuem toques de couro, tabaco ou frutas cítricas.

 

Com odores exóticos, os orientais levam flores raras, madeiras exóticas, resinas e sobretudo especiarias como noz-moscada, pimenta negra, baunilha, cravo e canela, entre outras. São perfumes intenso, ideais para uso noturno.

 

Especialmente femininos, os florais levam essências de rosas, narcisos, jasmins, violetas e outros tipos de flores.

 

Para desenvolver a fragrância, o perfumista deve alcançar a harmonia absoluta de três notas: as notas de cabeça (o cheiro que a gente sente quando abre o frasco, e que dura alguns minutos), as notas de coração (que são dadas por certas essências – como rosas e gerânios, por exemplo –, e duram um pouco mais) e as notas de fundo (que duram horas e são proporcionadas pelos fixadores).

 

A princípio, não existe regra sobre o local do corpo ideal para o uso do perfume. Os especialistas, no entanto, recomendam pontos pouco expostos ao sol como atrás da orelha, nuca, pulsos e entre os seios.

 

Para que o jato seja corretamente pulverizado na pele, o ideal é manter a distância de 15 a 20 centímetros.

 

O ser humano possui 25 milhões de células olfativas, capazes de sentir cerca até 1 trilhão de cheiros diferentes.

 

Acredita-se que os primeiros perfumes foram desenvolvidos pelos antigos egípcios. Nos banquetes dos faraós, costumava-se derreter uma espécie de gordura perfumada sobre a cabeça dos convidados.

 

Em Roma, as pessoas costumavam borrifar perfume nas paredes das casas para que o ambiente ficasse mais agradável.

 

Existem em torno de 10 mil aromatizantes artificiais. O aromatizante artificial da baunilha é mais caro do que o natural. Mesmo assim, a indústria prefere o artificial. O motivo é bem simples: seu odor é dez vezes mais forte, garantindo um sabor mais acentuado aos alimentos nos quais é usado.

 

Oitenta e oito por cento das mulheres usam perfumes para se sentirem bem com si próprias.

 

Um terço dos perfumes produzidos para o público masculino é consumido por mulheres.

 

O perfume mais caro do mundo é uma edição limitada da marca italiana Bulgari. Ele é vendido por nada menos que 200 mil euros. Além de folheado a ouro, o frasco possui 45 quilates de ametistas e 25 de diamantes.

 

Os perfumes mais vendidos do mundo atualmente são Angel (da Thierry Mugler), Light Blue (Dolce & Gabbana), J’Adore (Dior), Coco Mademoiselle (Chanel) e o campeão absoluto, o Chanel Nº 5.

 

A Demeter Fragrance Library é uma empresa especializada em perfumes exóticos. E bota exótico nesse nisso! São perfumes com odores como algodão-doce, brownie, pizza, bolo de aniversário, giz-de-cera, chuva e até maconha.

 

A maioria absoluta dos perfumes que existem no mundo é produzida por apenas 400 pessoas. Elas fazem parte de um grupo seletíssimo apelidado de “true noses”, ou seja, de pessoas treinadas para identificar odores.

 

O treinamento de um perfumista pode levar anos. Num dos testes a que é submetido, ele é obrigado a identificar uma nota com 250 fragrâncias (todas!).

 

Você sabia que alguns perfumes ajudam a repelir insetos? É o caso da fragrância Bombshell, da Victoria’s Secret. Os pesquisadores acreditam que ela propriamente não afasta os insetos, mas disfarça os odores humanos.

 

A água-de-colônia recebeu esse nome porque foi inventada na cidade alemã de Köln (Colônia), nas margens do rio Reno.

 

Um dos primeiros fãs da água-de-colônia foi o imperador francês Napoleão Bonaparte que, segundo boatos, costumava tomar alguns goles antes das batalhas.

 

A eau de toilette (ou água de banho) possui de 5% a 15% de essência dissolvida em álcool, dura em torno de 3 horas. Já a eau de parfum (água de perfume) contém de 15% a 20% de essência pura, dura até 8 horas. Já o perfume propriamente dito, possui mais de 20% de essência e pode durar 24 horas.

 

O almíscar natural é uma secreção das glândulas das cabras do Tibete. Aliás, você sabia que a palavra almíscar é mushk em persa, que significa “testículo”?

 

O âmbar cinza natural, por sua vez, é produzida pelas fezes da baleia cachalote. Em virtude das suas propriedades – e por ser escasso, é claro –, um único pedaço pequeno pode valer mais de 15 mil dólares.

 

Para obter apenas 1 quilo de essência de jasmim, são necessários 600 quilos de flores, que devem ser colhidas ao amanhecer.

 

O Chanel Nº 5 recebeu esse nome porque foi a quinta fragrância testada pela estilista Coco Chanel antes do lançamento do perfume.

 

Em 1954, a atriz Marilyn Monroe concedeu uma entrevista na qual confidenciou que a única coisa que costumava usar quando ia dormir eram cinco gotas de Chanel Nº 5.

 

Fontes: Wikipédia, Mundo Estranho, Superinteressante, Manequim, Homem no Espelho, Coisas de Diva.

 

Share: