Pamela Anderson, Bo Derek, Sharon Stone, Adriane Galisteu e outras mulheres famosas posaram para a Playboy de seus países. Considerada uma das principais revistas masculinas do mundo, ela ainda é publicada no Brasil. Descubra algumas curiosidades sobre essa publicação nos tópicos abaixo.

 

A revista Playboy foi fundada em 1952 pelo psicólogo e sociólogo norte-americano Hugh Hefner, que na época tinha 27 anos.

 

Hefner tinha a intenção de batizar a revista de Stag Party (que significa “Festa do Cervo”, um nome para despedida de solteiro), mas desistiu quando foi ameaçado de processo pelo dono de outra publicação: Stag (“Machão”), uma revista sobre esportes radicais.

 

Ele publicou a primeira edição com a venda de alguns móveis e empréstimos contraídos com familiares, o que rendeu US$ 8 mil.

 

A primeira edição teve nada menos que 70 mil exemplares, sendo que 54 mil foram vendidos em apenas uma semana. Detalhe: ela possuía apenas 50 páginas.

 

A primeira mulher a aparecer na capa da revista foi ninguém menos que a atriz Marilyn Monroe. Mas se engana quem pensa que ela posou nua para a revista. Na verdade, Hefner comprou as fotos, cujos nus deviam servir para estampar um calendário.

 

O sucesso da Playboy foi tão grande que no início dos anos 70 ela era lida por dois em cada cinco homens norte-americanos.

 

O coelho foi escolhido como símbolo da Playboy por causa da sua “conotação humorística e sexual”, uma vez que esse animal é conhecido por sua vida sexual extremamente ativa. Ele só apareceu na segunda edição da revista.

 

Art Paul, o primeiro diretor de arte da publicação, levou apenas 30 minutos para criar o famoso logotipo da marca.

 

Nos anos 1950, o logo foi usado como a insígnia do avião militar do esquadrão Navy VX-4.

 

Acredite se quiser, mas Hefner chegou a ser preso por “vender literatura obscena”, em 1963, ao publicar fotos da atriz Jayne Mansfield nua.

 

Com a modelo Pamela Rawlings na capa, a edição mais vendida da história da publicação foi lançada em 1972. Acredite se quiser, mas foram 7,1 milhões de exemplares comercializados.

 

A edição brasileira surgiu em 1975 com o nome Homem, passando a se chamar Playboy somente três anos depois. Na verdade, ela era anunciada como Homem – Com o Melhor da Playboy.

 

Com o tempo, a Playboy se tornou a revista masculina mais vendida no Brasil. As edições com maior vendagem trouxeram ensaios com a modelo Adriane Galisteu, a auxiliar de palco Suzana Alves (que era mais conhecida como Tiazinha) e a também auxiliar Joanna Prado (conhecida como Feiticeira).

 

Assim como a Tiazinha, a Feiticeira (Joanna Prado) era auxiliar de palco do programa H, apresentado no horário noturno na TV Bandeirantes por Luciano Huck. É dela a capa da edição campeã de vendas da Playboy, com 1,2 milhão de exemplares.

 

O maior cachê da história da edição brasileira foi pago para a modelo Adriana Galisteu, que na época recebeu R$ 2,2 milhões.

 

Hugh Hefner deixou a presidência da Playboy após um ataque cardíaco, em 1985. Ele foi substituído pela filha Christine Hefner, mas permaneceu como editor-chefe na revista.

 

Fã incondicional da eterna diva Marilyn Monroe, Hugh Hefner comprou um jazigo ao lado do túmulo da atriz só para passar a eternidade ao lado dela.

 

A primeira negra a posar para a Playboy norte-americana foi Darine Stern, no ano de 1979.

 

Das beldades norte-americanas e de outros países que posaram para ensaios na Playboy dos Estados Unidos vale lembrar de Sally Field, Bo Derek, Drew Barrymore, Charlize Theron, Sharon Stone, Naomi Campbell, Jessica Alba, Cindy Crawford, Farrah Fawcett, Ola Ray (a garota do clipe Thriller, de Michael Jackson), Madonna, Brooke Shields, Pamela Anderson…

 

Pamela Anderson – modelo e atriz conhecida pela série Baywatch, SOS Malibu, no Brasil – foi a mulher que posou mais vezes. No total, foram 10 ensaios para a revista.

 

Entre as brasileiras famosas que posaram para a Playboy estão Xuxa, Mara Maravilha, Hortência, Betty Faria, Yoná Magalhães, Vera Fischer, Maitê Proença, Elba Ramalho, Cláudia Raia, Flávia Alessandra, Bárbara Paz, Sônia Braga, Bruna Lombardi, Reny de Oliveira (a Emília da versão anos 70 do Sítio do Picapau Amarelo), Cláudia Ohana, Sabrina Sato, Luiza Brunet, Grazi Massafera, Marisa Orth, Juliana Paes, Luma de Oliveira…

 

As brasileiras com maior número de ensaios para a Playboy foram Scheila Carvalho, a morena dançarina do grupo É o Tchan, e Luma de Oliveira, ambas com cinco.

 

Luma de Oliveira foi, por sinal, a primeira mulher a vencer o concurso Miss Playboy Internacional, em 1987. O evento ocorreu em Hong Kong.

 

A primeira transexual a posar nua para a Playboy brasileira foi Roberta Close, no final dos anos 80. Ela posou duas vezes, sendo a segunda após a cirurgia de mudança de sexo.

 

Durante toda a sua vida, Hugh Hefner doou e investiu em causas filantrópicas, além de que deu apoio a diversos movimentos, inclusive em defesa dos homossexuais.

 

Fontes: Wikipédia, Guia dos Curiosos, Mega Curioso, BBC Brasil, O Estado de S. Paulo.

 

Share: