Décadas depois do lançamento de seu primeiro álbum, a banda britânica The Beatles continua fazendo angariando novos e apaixonados fãs a cada dia. Mas o que sabemos sobre ela? Veja nas próximas linhas as curiosidades que nós selecionamos sobre a sua história e seus integrantes: Paul, John, George e Ringo.

 

O nome real de John Lennon (1940 – 1980) é John Winston Lennon, de Ringo Star é Richard Starkey Jr., de George Harrison é George Harold Harrison e de Paul McCartney é James Paul McCartney.

 

O caçula da banda era George Harrison, que nasceu em 1943. Nascido em 1940, Rigno era o integrante mais velho.

 

Pouca gente sabe dessa: apesar de impressionado com o talento de instrumentista e compositor de Paul McCartney, John Lennon relutou em chamá-lo para integrar a sua banda.

 

Lennon e seus amigos músicos analisaram mais de cinco nomes antes de adotarem The Beatles. O primeiro a pensar no nome escolhido pela banda foi o então baixista Stuart Sutcliffe, que sugeriu The Beetles (Os Besouros) em homenagem a banda The Crickets (Os Grilos), de Buddy Holly.

 

Entre dezembro de 1960 e agosto de 1963, os Beatles fizeram 294 apresentações no Cavern Club.

 

No início da carreira, John Lennon escondeu o fato de ser casado para não “decepcionar as fãs do grupo”.

 

John Lennon e Paul McCartney costumavam escrever músicas em colaboração, e mesmo as canções que faziam sozinhos eram creditadas a dupla Lennon/McCartney.

 

Durante o auge da carreira do grupo, George Harrison era chamado de o “beatle tímido” por causa do seu jeito introspectivo e mania de falar pouco durante as entrevistas.

 

Ringo Starr foi o último integrante a se juntar à banda. Poucos fãs atuais sabem, mas no início ele foi hostilizado pelos admiradores do antigo baterista Pete Best.

 

Além de cantar, Paul McCartney sempre tocou baixo. Mas se precisar, ele dá uma mão na guitarra, na bateria, no teclado, no piano…

 

A primeira aparição dos Beatles na TV norte-americana foi no programa de Jack Paar, em março de 1964, quando o grupo exibiu uma versão ao vido de “She Loves You”.

 

Durante os cinco primeiros minutos da primeira apresentação dos Beatles no programa de TV norte-americano “The Ed Sullivan Show”, em 1964, não foi registrado nenhum assalto ou homicídio cometido por jovens nos Estados Unidos.

 

I Lost My Little Girl, a primeira música de Paul McCartney, foi gravada quando ele tinha apenas 14 anos de idade.

 

I Wanna Be Your Man, a primeira música dos Rolling Stones, foi dada de presente ao grupo por Lennon e McCartney.

 

Ao contrário do que muitos pensam, Lucy in the Sky With Diamonds não tem nada a ver com as iniciais de LSD. Pelo menos era o que afirmava John Lennon. Segundo ele, Lucy… foi um desenho feito por seu filho Julian e o nome foi dado pela própria criança.

 

Strawberry Fields era o nome de um orfanato de Liverpool.

 

O primeiro nome da música Yesterday foi Scrambled Eggs (Ovos Mexidos).

 

O primeiro nome da canção Eleanor Rigby foi Daisy Hawkins.

 

A música Hey Jude foi composta por Paul McCartney para Julian, filho de John Lennon, para não deixá-lo triste com a separação de seus pais.

 

Já a música Doctor Robert teve como inspiração um médico norte-americano chamado Robert Freyman, conhecido por “curar” seus pacientes com drogas pesadas.

 

Don’t Bother Me foi a primeira música composta por George Harrison a sair em um disco oficial do grupo.

 

Within You Without You foi a única composição de George Harrison a entrar no disco Sgt. Pepper’s Lonely Heart Club Band (1967). Detalhe: Harrison gravou a música sem os Beatles e acompanhado de um grupo de músicos indianos.

 

Please Please Me, o primeiro álbum dos Beatles, foi gravado em apenas um dia.

 

O disco With The Beatles (Entre os Beatles), de 1963, foi lançado nos Estados Unidos como Meet The Beatles (Conheça os Beatles).

 

Por falar em With The Beatles, ele foi o primeiro disco a vender 1 milhão de cópias no Reino Unido.

 

A Hard Day’s Night, de 1964, foi lançado no Brasil como o título em português Os Reis do Iê, Iê, Iê.

 

Das 13 faixas de A Hard Day’s Night, cinco (Anytime at All, Things We Said Today, When I Get Home, You Can’t Do That e I’ll Be Back) foram lançadas apenas em versão instrumental nos Estados Unidos.

 

O Álbum Revolver, de 1966, foi lançado nos Estados Unidos com três músicas a menos. São elas: I’m Only Sleeping, And Your Bird Can Sing e Yesterday and Today. A explicação está no fato de que as gravadoras responsáveis pelos lançamentos faziam suas próprias seleções, dependendo do país em que o disco era lançado.

 

O LP Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band foi o primeiro disco no mundo com capa dupla, encarte com fotos e letras das músicas.

 

Você é capaz de identificar as personalidades que aparecem na capa de Sgt. Pepper? Eis algumas: Bob Dylan, Edgar Allan Poe, William Burroughs, Marylin Monroe, Karl Marx, Mae West, Carl Gustav Jung, George Bernard Shaw, Oscar Wilde, Marlon Brando, H. G. Wells, Marlene Dietrich, Aldous Huxley, Albert Einstein, Johnny Weismuller, Oliver Hardy (o Gordo), Stan Laurel (e o Magro), entre outros.

 

A capa de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band é uma das mais imitadas da história da música. Existem dezenas de encartes publicitários, relatórios, livros e discos “inspiradas” em Sgt. Pepper’s. Um exemplo? A capa do álbum Pane et Circensis, da Tropicália. O maior exemplo? O The Yellow Album, uma sátira com os personagens do desenho Os Simpsons.

 

Sgt. Pepper’s foi a mais longa gravação do grupo. Para concluí-lo eles levaram 700 horas ou 29 dias da vida dos quatro rapazes de Liverpool.

 

O guitarrista Jimi Hendrix tocou Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band em um show apenas três dias depois do seu lançamento.

 

Aliás, você sabia que o título original de Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band era Dr. Pepper?

 

Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band foi considerado pela revista Rolling Stone o melhor disco de todos os tempos. O que é interessante é que a listagem da revista possuía nada mais, nada menos que 500 álbuns.

 

O disco Piper at the Gates of Down, do Pink Floyd, foi gravado ao mesmo tempo que Sgt. Pepper no estúdio de Abbey Road.

 

Nas gravações do álbum Abbey Road, os Beatles já estavam brigados e decididos a encerrar a carreira da banda. Eles não tocavam mais juntos e cada um gravou a sua parte separadamente.

 

Afinal, que palavra os Beatles formam em sinais na capa do disco Help? Nenhuma. As posições dos músicos na foto foram escolhidas ao acaso.

 

Você sabia que Ringo não fez a bateria na gravação de várias músicas do grupo? Os motivos vão da falta de entrosamento durante a sua entrada a falta de entrosamento durante durante a sua saída (e fim) do conjunto .

 

Era para Let it Be (1969), o último álbum da banda, ser lançado com o nome de Get Back.

 

A faixa I Me Mine, de Let it Be, foi a última gravação do Beatles. Detalhe: foi gravada sem a participação de John Lennon.

 

Paul McCartney lançou seu álbum solo uma semana depois do fim dos Beatles.

 

Existem músicas inéditas dos Beatles, que nunca foram gravadas pela banda.

 

Circulou em 1969 o boato de que os Beatles gravariam uma versão da música Asa Branca, de Luiz Gonzaga, em inglês.

 

O termo “iê-iê-iê” foi usado como denominação do rock brasileiro dos anos 1 960. Dizia-se que Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Wanderléa e toda a turma da Jovem Guarda fazia “iê-iê-iê”. Esse termo surgiu de músicas como She Loves You, em que os Beatles repetiam “yeah-yeah-yeah”.

 

O psicopata Charles Manson, responsável pelo brutal assassinato da atriz Sharon Tate e outras quatro pessoas em 1969, era fanático pelos Beatles. Além de dizer quer era um enviado de Deus, Manson se considerava o quinto beatle.

 

As jaquetas de couro usadas pelo grupo no início da carreira foram inspiradas no look de Johnny Stabler, personagem de Marlon Brando no filme O Selvagem (1954). Coincidência ou não, o nome da gangue de Stabler no longa era Beetles.

 

Uma teoria da conspiração (muito difundida, por sinal) afirma que o verdadeiro Paul McCartney morreu num acidente de automóvel em 1966 e foi substituído por um sósia.

 

Paul McCartney teve 29 canções de sua autoria em primeiro lugar nas paradas norte-americana. Detalhe: 20 foram em parceria com os Beatles.

 

Os Beatles são o grupo que tem o maior número de álbuns no topo da parada de sucesso dos Estados Unidos: 19. Quem pensa que não é grande coisa, vai uma informação: isso é mais do que o dobro do norte-americano Elvis Presley e dos ingleses da banda Rolling Stones.

 

Em março de 1964, pouco tempo depois da histórica apresentação no programa The Ed Sullivan Show, o grupo ocupava as cinco primeiras posições na parada de compactos e as duas primeiras na parada de LPs dos Estados Unidos. Só para ter uma ideia, isso representa 60% dos álbuns vendidos no mercado norte-americano naquele ano.

 

Até hoje, os Beatles venderam mais de dois bilhões de discos, entre LPs e CDs.

 

Só para se ter uma pequena noção de como os Beatles ainda são populares (em pleno século XXI): apenas dois meses depois do lançamento na loja virtual ITunes, as suas músicas foram baixadas mais de cinco milhões de vezes. Nesse período, mais de um milhão de álbuns foram vendidos no mundo inteiro. A música campeã de downloads foi Here Comes The Sun.

 

Segundo alguns entendidos em Beatles, a fase psicodélica do grupo teria começado em um encontro com ninguém menos que Bob Dylan em Nova York no ano de 1964.

 

Você sabia que existe um vídeo game no estilo Guitar Hero chamado Beatles Garage Band, só com músicas dos… adivinhe!

 

O jornal britânico The Guardian listou as palavras mais citadas nas músicas dos Beatles. No total, foram pesquisadas 300 músicas. As palavras mais repetidas são you (com 2.262 citações), I (com 1.736), the (1.355), to (1.097) e me (1.060).

 

O grupo norte-americano The Monkees foi totalmente inspirado no quarteto de Liverpool. O que pouca gente sabe é que os dois grupos se tornaram amigos e os Monkees até participaram de uma sessão de gravações com os Beatles em Abbey Road.

 

O famoso bar Cavern Club, onde os Beatles se apresentaram no início da carreira, foi demolido em 1973, mas reconstruído do outro lado da rua. Interessante é que hoje existem dois Cavern Club: o do outro lado da rua (onde fica a estátua de John Lennon) e outro erguido no lugar do original.

 

Você sabia que os Beatles eram proprietários do selo fonográfico Apple e que para usar o nome, a Apple Computer teve que pagar uma fortuna aos integrantes do grupo?

 

A atual detentora dos direitos autorais das músicas dos Beatles é a Sony Music. O detentor anterior era o cantor pop Michael Jackson.

 

Share: