O norte-americano Walter Elias Disney nasceu na cidade Chicago, estado de Illinois, em 5 de dezembro de 1901 e morreu em 15 de dezembro de 1966 em Los Angeles, Califórnia, vítima de câncer. Disney foi o maior empresário da indústria do entretenimento mundial. Deixou um legado incorporado em estúdios de animação, produtora de filmes e parques de diversões. Após sua morte, o grupo Disney foi tocado por seu irmão Roy. Mas, o que nem Walt, nem Roy imaginaram é que a Disney se transformaria num grande conglomerado de diversão, abrangendo estúdios de animação, revistas em quadrinhos, emissoras de TV, distribuidora de filmes etc.

 

Quando jovem, Disney tentou se alistar no Exército dos Estados Unidos, mas, como não havia atingido a maioridade exigida, foi recusado. Frustrado, se inscreveu no Corpo de Ambulâncias da Cruz Vermelha e foi enviado para a França, onde passou um ano.

 

Sua carreira no cinema começou não como animador, mas como ilustrador de cartazes de filmes.

 

Disney fundou com o irmão Roy Disney e o amigo Ub Iwerks, uma produtora chamada Laugh-on-Gram, que animava contos de fadas. Aliás, dizem que foi Ub Iwerks quem fez o primeiro esboço de um ratinho chamado Mortimer.

 

Segundo alguns biógrafos, Ub Iwerks, sentindo-se lesado por Disney, teria se demitido da empresa dois anos após a criação de Mickey. Ele, porém, voltaria anos mais tarde, quando Disney já era famoso e rico.

 

Mickey Mouse só não ganhou as telas como Mortimer por que a esposa de Disney não gostou do nome do personagem.

 

O primeiro longa animado da Disney foi Branca de Neve e os Sete Anões, desenho que demorou três anos para ficar pronto. O orçamento, que no início era de 150 mil, saltou para 1,5 milhões de dólares.

 

Disney não só ganhou um Oscar pelo desenho Branca de Neve, como levou outras sete mini-estatuetas representando os setes anões. Quem entregou o prêmio foi a atriz mirim Shirley Temple.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial, Walt Disney foi informante do FBI. Consta que, durante a perseguição às bruxas nos anos 50, ele delatou inúmeras pessoas à Comissão de Atividades Antiamericanas por serem comunistas.

 

Em 1944, Disney sugeriu uma parceria ao pintor Salvador Dali. Entusiasmado, Dali chegou a se instalar nos estúdios de Disney, mas o projeto acabou não vingando.

 

Na época da Segunda Guerra, o governo dos Estados Unidos usou Walt Disney como embaixador daquele país na América Latina. O receio era de que os países latino-americanos se aliassem ao eixo. Disney chegou a vir ao Brasil como representante dos Estados Unidos. Essa espécie de política de boa vizinhança repercutiu na criação do personagem Zé Carioca.

 

Na década de 50, Disney produziu um filme baseado em 20.000 Léguas Submarinas, de Júlio Verne.

 

O filme Mary Poppins, que misturava pessoas reais com animação, concorreu ao Oscar em 14 categorias. Mary Poppins levou cinco estatuetas, entre elas a de melhor atriz.

 

A Disneylândia, o primeiro parque da Disney, foi inaugurada em 1955 em Anaheim, na Califórnia. A Disneyworld foi inaugurada em 1971, cinco anos após a morte de Walt Disney.

 

Atualmente, a Walt Disney Company é o maior conglomerado de mídia e entretenimento do mundo. Além dos parques temáticos (Disneyland, Disneyworld, Epcot e outros) a Disney engloba emissoras de TV como ABC e ESPN, estúdios de animação como Pixar e empresas de quadrinhos como a Marvel (adquirida pela Disney em 2009).

 

Quando foi lançado, o longa Fantasia não recebeu o apoio da crítica. O público, então, quase o ignorou. Fantasia, no entanto, foi um grande sucesso quando lançado em VHS nos anos 90.

 

A trilha sonora de Fantasia foi planejada e feita com composições clássicas. Os compositores cujas músicas foram inseridas no longa foram: Beethoven, Schubert, Tchaikovsky, Mussogrsky e Stravinsky, entre outros. Na época de seu lançamento, Stravinsky era o único compositor vivo.

Share: