Fundada por fenícios, Cartago foi uma cidade no norte da África com grande poder político, econômico e militar. Chegou a disputar com Roma o controle sobre o mar Mediterrâneo. Percorra as linhas adiante e descubra algumas curiosidades e fatos interessantes sobre a origem e o destino de Cartago.

 

Cartago ficava no norte da África, próxima à Túnis, a capital da moderna Tunísia.

 

Os cartagineses fundaram diversas colônias ao longo do Mediterrâneo, principalmente nas ilhas da Sardenha e Sicília, além da Península Ibérica. Acredita-se que a cidade espanhola de Cartagena, por exemplo, tenha sido fundada por eles.

 

O controle pelo mar Mediterrâneo – e em especial pela hegemonia sobre a ilha da Sicília – entre Cartago e Roma originou uma sucessão de conflitos chamado pelos historiadores de Guerras Púnicas. Elas ocorreram entre 264 e 146 antes de Cristo, terminando com a derrota absoluta de Cartago.

 

Cartago perdeu as duas primeiras Guerras Púnicas e atendeu todas as exigências de Roma, mas ela não se deu por satisfeita. Os romanos chegaram ao ponto de exigir 300 jovens cartagineses como reféns e que a cidade fosse transferida para o interior da África. Cartago não aceitou a humilhação e declarou guerra a sua arqui-inimiga. Os romanos venceram mais uma vez, destruindo Cartago de uma vez por todas. Os sobreviventes foram escravizados e a cidade coberta com sal para que o seu solo se tornasse estéril.

 

Uma das principais consequências do fim das Guerras Púnicas foi o aumento do poderia romano sobre o Mediterrâneo e norte da África. Ela fundou novas colônias e aumentou o comércio com as antigas colônias cartaginesas, enriquecendo principalmente a elite de Roma.

 

Os cartagineses eram politeístas, mas um dos principais deuses era Baal. Trata-se do mesmo deus fenício citado na Bíblia. Acreditava-se antigamente que os cartagineses faziam sacrifícios humanos, mas parece que isso não é verdade.

 

Assim como as demais cidades de origem fenícia, Cartago possuía sistema político e governo-próprio. Em matéria de economia, a sua principal característica era o intenso comércio marítimo com outras cidades ao redor do Mediterrâneo (ela chegou a fazer trocas comerciais até com Roma).

 

Cartago e outras cidades distantes ajudaram em vários aspectos a preservar a cultura fenícia depois que esse povo entrou em decadência com as invasões persas e macedônias. Mais tarde: a Fenícia também seria dominadas pelos romanos.

 

Uma última curiosidade: os fenícios criaram um alfabeto formado por 22 letras, adotado por diverso povos, entre os quais o romano. Acredita-se também que ele tenha dado origem ao nosso atual alfabeto.

 

 

Share: