Localizada entre a França, Holanda e Alemanha, a Bélgica é conhecida por suas cervejas, batatas fritas e chocolates. Mas você sabia que é também a capital mundial da lapidação de diamantes? Veja nas linhas a seguir outras curiosidades e fatos interessantes sobre esse país. Você vai querer conhecê-lo.

 

O nome oficial do país é Reino da Bélgica.

 

O nome Bélgica vem de Gallia Bélgica, uma antiga província do Império Romano.

 

A Bélgica é dividida em duas regiões com cinco províncias cada uma, e uma espécie de Distrito Federal, onde se localiza a capital Bruxelas. As regiões chamam-se Flandres e Valônia.

 

A província de Bruxelas é, na verdade, dividida em 19 municípios sendo Bruxelas um deles.

 

Os belgas falam três línguas. No norte (região de Flandres), fala-se o holandês; no sul (região da Valônia), o francês. Há também uma pequena região no leste do país onde a língua predominante é o alemão.

 

As maiores cidades são, pela ordem: Antuérpia, Gante, Charleroi, Liége e Bruxelas.

 

O flamengo nada mais é do que a variante belga do holandês, falada na região de Flandrers.

 

A Bélgica foi ocupada por diversos povos, entre os quais celtas, romanos, espanhóis, franceses e alemães. A última vez em que o país foi ocupado por uma nação estrangeira foi durante a Segunda Guerra Mundial pela Alemanha.

 

A população é predominantemente católica, mas existe um grande contingente de protestantes e muçulmanos (com o detalhe de que estes formam 25% da população de Bruxelas).

 

O prato tradicional da Bélgica é o moules frites (mexilhões com batatas fritas). Aliás, os belgas adoram batatas fritas, que podem ser encontradas em qualquer esquina do país.

 

A cidade de Waterloo, onde Napoleão Bonaparte perdeu sua última batalha, fica na Bélgica, a poucos quilômetros de Antuérpia.

 

Que chocolate suíço que nada!! O melhor chocolate do mundo é o belga. Chocolates como os das marcas Leonidas e Godiva são considerados verdadeiras joias.

 

Os belgas adoram vinho e são loucos por cerveja. Existem tantos tipos e tantas marcas de cerveja no país (enquanto alguns dizem que são mais de 1.500, outros juram que não passam de 750) que daria para tomar uma por dia durante dois anos sem repetir a marca. As mais conhecidas são Duvel, Jupiler, Leffe, Alken Maes, Hoegaarden e Stella Artois (esta última bastante conhecida dos brasileiros).

 

Cada variedade de cerveja belga é servida num copo apropriado, inclusive as trapistas. Aliás, você já ouviu falar em cerveja trapista? É um tipo de cerveja produzida por monges em mosteiros.

 

A maior cervejaria do mundo é a Inbev, empresa nascida da associação da brasileira Anbev com a belga Interbrew.

 

Os belgas sempre foram conhecidos como grandes lapidadores de diamantes. Os diamantes lapidados em Antuérpia são considerados os melhores e mais bonitos do mundo.

 

Ninguém sabe se a couve-de-bruxelas (espécie de couve em miniatura) é originária da região de Bruxelas. A única certeza é a de que ela recebeu esse nome por que foi a partir da Bélgica que se disseminou para o resto do mundo.

 

O belga mais conhecido do mundo não é nenhum artista ou político, mas um personagem de histórias em quadrinhos: Tintim. Criado pelo desenhista belga Hergé, as histórias em quadrinhos de Tintim são distribuídas em dezenas de países.

 

A Bélgica é o país com maior número de castelos por metro quadrado.

 

Uma última informação: além de capital da Bélgica, Bruxelas é capital da União Europeia – cidade onde o parlamento europeu se reúne.

 

Share: