Localizado no sul da Índia – mais propriamente no Oceano Índico – o Sri Lanka era até décadas atrás conhecido no Ocidente como Ceilão. A capital desse país majoritariamente budista é Colombo. Veja nos tópicos a seguir as curiosidades que nós selecionamos sobre esse país, algumas bastante interessantes.

 

O nome oficial do país é República Democrática Socialista do Sri Lanka. Em sânscrito, Sri Lanka significa “Ilha Resplandecente”.

 

As pessoas que nascem no Sri Lanka são chamadas de cingalesas. O cingalês e o tâmil são os dois principais grupos étnicos desse país.

 

O cingalês é a língua falada pelos cingaleses, o grupo étnico majoritário no Sri Lanka. Trata-se de uma língua indo-ariana – “parente distante” do conjunto de línguas falado na Europa –, como o bengali, o punjabi, o indi e o sânscrito.

 

O tâmil é uma língua falada no Sri Lanka, sul da Índia e em várias partes da Ásia pelo povo de mesmo nome. Os tâmeis – como também são conhecidos – são em sua grande maioria hindus.

 

A religião predominante no Sri Lanka é o budismo, seguida por 70% da população. O povo cingalês é predominantemente budista e o tâmil, hinduísta.

 

A minoria tâmil luta pela independência. Os confrontos entre as tropas cingalesas e os guerrilheiros tâmeis duram mais de 15 anos.

 

Em 2016, o Sri Lanka tinha uma população de 21 milhões de habitantes, a maioria concentrada na capital Colombo.

 

As cidades mais populosas do Sri Lanka são Colombo, Dehiwala, Moratuwa, Negombo e Trincomalee.

 

Colombo não é exatamente a capital do país. É uma capital conjunta com Sri-Jayawardenepura Kotte (ou simplesmente Kotte), localizada na mesma área.

 

Colombo foi colonizada por portugueses, holandeses e britânicos. Foram os portugueses que batizaram a cidade com esse nome (lembrando que esse nome nada têm a ver com o descobridor da América).

 

A maior parte do PIB/Produto Interno Bruto do Sri Lanka tem como origem a agricultura. Um dos principais produtos de exportação do país é o chá.

 

Muitos muçulmanos acreditam ser o Sri Lanka o local onde Adão se refugiou após ser expulso do paraíso. Talvez seja por isso que uma das montanhas mais conhecidas é chamada de Pico de Adão.

 

Em virtude da colonização portuguesa, os cingaleses adotaram diversas palavras na língua de Camões.

 

Os esportes mais populares do Sri Lanka são o críquete, o rugby e o vôlei.

 

Como em vários países do sul da Ásia, os homens usam uma espécie de saiote. Curtos ou compridos, eles são muito comuns no Sri Lanka.

 

E como em vários países do mesmo continente, a culinária local é bastante apimentada. O peixe e o arroz compõem boa parte dos pratos consumidos.

 

Ao contrário da maioria dos países, mover a cabeça da esquerda para a direita no Sri Lanka quer dizer “sim”.

 

Um dos locais mais procurados pelos turistas é o templo budista de Kandy, onde está guardada uma suposta relíquia do Buda. Por respeito à religião, exige-se o máximo de decoro no local. Mulheres são proibidas de deixar pernas e ombros de fora. Álcool e tabaco não são permitidos.

 

O elefante é praticamente parte da paisagem do Sri Lanka. Ele é utilizado como meio de transporte, força de trabalho no campo etc. Existe no país um orfanato só para elefantes, onde os filhotes que perderam a mãe e os animais que sofreram maus-tratos são levados.

 

O Sri Lanka foi um dos primeiros países do mundo a eleger uma mulher presidente, ainda na década de 1960.

 

Fontes: Wikipédia, Brasil Escola, TripAdvisor, Enciclopédia Ilustrada Folha.

Share: