Judaísmo? Budismo? Hinduísmo? Afinal, qual é a religião mais antiga do mundo? Os historiadores e especialistas em religião são quase unânimes: é o hinduísmo, crença seguida por 80% da população da Índia. Percorra as linhas adiante e descubra algumas coisas – incluindo curiosidades – que você precisa saber sobre essa religião.

 

O hinduísmo possui cerca de 3.500 anos de história e surgiu com os primeiros textos sagrados, os Vedas. Muitos pesquisadores, no entanto, acreditam que suas origens sejam ainda mais antigas, remontando à pré-história.

 

O conteúdo dos Vedas é composta em quatro volumes escritos em versos. Os primeiros registros surgiram por volta do século 2 antes de Cristo, mas antes disso ele já eram transmitidos oralmente.

 

O hinduísmo é comumente chamado de Sanātana Dharma por seus praticantes, expressão que quer dizer “A Eterna Dharma” – algo como “A Eternal Lei”.

 

Os hindus cultuam um grande número de divindades, mas as principais são Brahma (o princípio criador), Vishnu (deus do sol) e Shiva (deus das tempestades).

 

Apesar de não possuir uma formulação teológica unificadora, o hinduísmo possui diversos elementos que dão unidade aos seus dogmas e crenças. Um deles é justamente o respeito aos Vedas.

 

Os Upanishads são partes das escrituras sagradas hindus que tratam de filosofia e meditação, além de debates de cunho religioso.

 

O Ramaiana (Rāma e ayana “indo, avançando”, cujo sentido é “a viagem de Rama”) possui mais de 23 mil versos e foi escrito pelo poeta Valmiki. Conta a história da luta de um príncipe contra o demônio que abduziu sua esposa.

 

O Mahabharata é, juntamente com o Ramaiana, um épico clássico hindu. Com 74 mil versos, ele é visto pelos adeptos do hinduísmo como um verdadeiro manual de conduta humana e evolução espiritual.

 

O Bhagavad-Gita (cujo significado é “Canção de Deus” ou “Canção do Mestre”) é um texto do Mahabharata – apesar de ter sido escrito em época mais recente.

 

A grande maioria das correntes filosóficas hindus sustenta a crença em um princípio superior e onipresente da realidade (e que seria uma entidade abstrata): Brahma. Apesar disso, os hindus cultuam um grande número de deuses.

 

Os cultos às divindades são separados e distintos, como se fossem cultos monoteístas. Os deuses mais cultuados são Brahma, Vishnu, Shiva, Kali, Durga, Shakti, Ganesh (que é conhecido como o deus-elefante), Rama, Parvati, Garuda, Sita, Uma, Nandi e Matsia.

 

Os hindus não possuem uma formula para suas orações. Em outras palavras, não existe um “jeito hindu de orar”. Mas todos fecham os olhos enquanto estão orando, para que os sentidos fiquem voltados para o seu mundo interior.

 

O símbolo do hinduísmo (equivalente à Estrela de Davi para os judeus e a cruz para os cristãos) é o Om – forma escrita do principal mantra hindu.

 

Um dos princípios da religião hindu é a crença no carma (o princípio moral de causa e efeito), no atman (a natureza da alma), no dharma (deveres da pessoa perante a sociedade) e no samsara (reencarnação).

 

Outro princípio básico do hinduísmo (embora não-obrigatório) é a peregrinação aos locais sagrados da religião, como a cidade de Varanasi e o rio Ganges.

 

Uma das características do hinduísmo é o culto à vacas. Acredita-se que ele seja tão antigo quanto os Vedas (algo em torno de 1.500 antes de Cristo). As vacas são consideradas superiores aos brâmanes, a casta mais elevada do sistema indiano. Elas podem circular pelas cidades sem serem incomodadas, apesar de nem todo indiano concordar com isso.

 

O nascimento, o casamento e a morte são eventos carregados de rituais. Os mortos são normalmente cremados em cerimônias públicas e suas cinzas lançadas no rio Ganges. O fogo tem um significado ritual muito forte. Os hindus acreditam que, durante a cremação, o deus do fogo purificará o cadáver e libertará sua alma.

 

O rio Ganges (ou Ganga, para os hindus) nasce no Himalaia e possui 2.510 quilômetros de extensão. Considerado sagrado para o hinduísmo, ele representa a deusa Ganga.

 

Existem diversas cidades sagradas no hinduísmo, mas a principal é Varanasi (também conhecida como Benares), no Estado de Uttar Pradesh. Os hindus acreditam que Varanasi foi fundada por Shiva há mais de 5.000 anos.

 

Share: