Popular entre os católicos brasileiros, São Francisco de Assis dedicou grande parte de sua vida à caridade. Mas o que você sabe sobre a sua vida e o seu legado? Descubra nos tópicos a seguir curiosidades sobre o santo que tem inspirado milhões de pessoas desde o século XIII.

 

O nome verdadeiro de São Francisco de Assis era Giovanni di Pietro di Bernardone. Consta que tenham recebido esse nome (Giovanni, ou João, em português) graças a sua mãe, que era devota de São João Batista.

 

Giovanni Bernardone nasceu em 1181 e morreu em 1226. Era natural da cidade de Assis, atual região italiana da Umbria.

 

Giovanni era um jovem fanfarrão, que gastava a fortuna da família em banquetes e festas com muitas mulheres (lembrando que os pais eram comerciantes ricos que trabalhavam com tecidos). Dizem que bebia bastante, tinha modos vulgares e não gostava nem um pouco de estudar.

 

Reza a lenda que também na juventude envolveu-se em dois conflitos armados. Num deles, ao lutar com os guerreiros de Assis em ajuda aos moradores de Perugia, foi preso e contraiu malária e tuberculose. Ele teria sido libertado graças à intervenção do pai.

 

Francisco teria abraçado definitivamente a vida religiosa após ouvir uma voz dizendo para reconstruir uma igreja dedicada a São Damião. Disposto a realizar o pedido, ele roubou tecidos da loja da família para arrecadar fundos. Descoberto, foi preso e levado a julgamento. Apesar de absolvido, Francisco teve que devolver tudo o que levara.

 

Os relatos sobre a vida de São Francisco dizem que além dos tecidos que roubara da família, ele teria devolvido suas próprias vestes. Dizem que teria ficado nu e prometido para o pai devolver ainda tudo o que recebera dele.

 

Ainda segundo esses relatos, ele passou a viver sem posses. Sua única riqueza era uma túnica velha. Costumava reconstruir igrejas com material doado. Também visitava doentes com frequência.

 

Optou por abraçar a caridade não por visões místicas, como deve ter acontecido a muitos santos católicos, mas por opção pessoal. Dizem que ao abrir aleatoriamente, por três vezes, as páginas do Novo Testamento, deparou-se com versículos que falavam sobre caridade, o que influenciou o seu comportamento.

 

Dizem que no momento em que jejuava com vistas a se preparar para os festejos em honra a São Miguel Arcanjo, Francisco de Assis teria recebido os cinco estigmas de Jesus Cristo. Tal milagre foi testemunhado por um frade, que ainda alegou ter visto um anjo dando às chagas a ele.

 

Consta também que Francisco demonstrava enorme apreço pelos animais e pela natureza, tanto que sugeria que os bichos fossem incluídos nas missas. Parece que costumava pregar para os animais. Talvez seja por isso que é até hoje considerado o santo protetor dos animais.

 

Francisco faleceu no dia 3 de outubro de 1226, sendo canonizado somente dois anos depois pelo papa Gregório IX. O papa ainda foi o responsável por colocar a pedra fundamental que daria origem à Igreja de São Francisco, na cidade de Assis.

 

São Francisco de Assis é o fundador da Ordem dos Franciscanos, também conhecida como Ordem dos Frades Menores. As ordens católicas vivem em muitos e muitos casos em comunidades fechadas e seguem uma rígida rotina religiosa.

 

Entre aqueles que seguiam Francisco em suas pregações estava uma jovem chamada Chiara d’Offreduci, também natural da cidade de Assis. Influenciada pelo futuro santo, ela teria abandonado a família e feito votos de pobreza. Foi a fundadora do ramo feminino da Ordem dos Franciscanos, que se tornou conhecida como Ordem de Santa Clara (ou Ordem das Clarissas). Chiara se tornou conhecida como Santa Clara de Assis.

 

Os primeiros frades franciscanos teriam chegado ao Brasil já em 1500, com a esquadra de Pedro Álvares Cabral. Se instalaram definitivamente por aqui três anos depois. Atualmente, o Brasil possui a maior sede da Ordem em todo o mundo, com cerca de 40 mil membros.

 

Ao ser eleito papa, o arcebispo argentino Jorge Mário Bergoglio escolheu o nome Francisco em homenagem ao santo, do qual sempre foi admirador.

 

São Francisco é também o nome da segunda cidade mais importante do estado da Califórnia, e uma das mais ricas dos Estados Unidos.

 

São Francisco é ainda o nome do largo que dá nome à principal Faculdade Direito da capital paulista, ligada à Universidade de São Paulo.

 

Existem pelo menos 22 cidades brasileiras que possuem São Francisco no nome, sendo uma das mais conhecidas São Francisco de Assis, no Rio Grande do Sul.

 

Temos que lembrar que o principal rio da região Nordeste, e um dos maiores do Brasil foi nomeado Francisco em homenagem ao santo.

 

Em 1978, São Francisco foi eleito patrono dos ecologistas pelo papa João Paulo II.

 

O Dia de São Francisco de Assis é comemorado em 4 de outubro. Em países como o Brasil, os devotos costumam levar nessa data seus animais de estimação nas igrejas para receber as bênçãos do santo.

 

Fontes: Wikipédia, Mega Curioso, Aventuras na História, Aleteia.

 

Share: