O orgasmo é definido como o clímax do prazer sexual, o momento máximo da excitação durante o sexo, e por aí vai. Mas você sabe a diferença entre o orgasmo masculino e o feminino? Sabia que a excitação varia de pessoa para pessoa? Conheça 21 fatos estranhos e curiosidades pitorescas sobre o orgasmo acompanhando os tópico abaixo.

 

A palavra orgasmo veio do grego “orgasmós”, cujo significado é “ferver de ardor”

 

As mulheres precisam ser mais estimuladas do que os homens para chegar ao orgasmo. Além dos 10 minutos de preliminares, elas precisam de pelo menos 15 minutos de penetração. O problema é que a maioria dos homens goza antes disso.

 

Enquanto os homens precisam de um intervalo – chamado de período refratário, que pode ser longo em alguns casos – para ter outro orgasmo, a mulher consegue ter vários numa única transa.

 

Outra vantagem das mulheres: elas conseguem ter orgasmos de 5 a 10 segundos mais duradouros do que os dos homens.

 

Pesquisas feitas na Escócia e na Bélgica revelaram que é possível descobrir se uma mulher tem orgasmos vaginais apenas observando o seu caminhar.

 

Outra pesquisa, dessa vez feita apenas na Escócia, divulgou que mulheres com as pontas dos dedos sensíveis tem mais orgasmos.

 

Uma pesquisa feita no Reino Unido descobriu que mulheres emocionalmente inteligentes tem mais orgasmos. O porquê? Simples, elas tem mais facilidade para lidar com as suas emoções e as emoções alheias.

 

Existe ainda uma pesquisa, dessa vez feita pela universidade norte-americana Emory, que atesta que mulheres de baixa estatura tem mais orgasmos do que as mais altas. A causa, dizem os pesquisadores, pode estar na menor distância entre o canal vaginal e o clitóris.

 

Segundo um estudo feito na também norte-americana Universidade Rutgers, o orgasmo faz bem para a inteligência. O fluxo de sangue para o cérebro aumenta durante o clímax sexual, estimulando a inteligência e o raciocínio. Mas, para um estudo da Universidade de Amsterdã, na Holanda, basta pensar em sexo para você ficar mais inteligente.

 

Consumir álcool antes do ato sexual (aquela taça de vinho ou espumante que ajudam a dar um clima romântico à relação) pode atrapalhar o orgasmo feminino. Ele afeta o sistema nervoso central da mulher, impedindo que ela tenha orgasmo logo.

 

Algumas mulheres tem mais ramificações nervosas no clitóris; outras, no colo do útero; outras, no períneo. É por isso que elas não sentem prazer de modo igual durante o sexo.

 

É possível ter orgasmo sem estimular os órgãos sexuais? Não só é possível, como é bastante comum. O orgasmo pode ocorrer durante a estimulação de partes do corpo como a pele, a orelha, a ponta dos pés e os mamilos. Pode também ocorrer durante os sonhos eróticos.

 

E é possível que o homem tenha orgasmo sem ejacular? Sim. Não é só possível a ocorrência de orgasmos sem ejaculação como é de ejaculação sem orgasmo.

 

Segundo uma pesquisa do Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP, um terço das mulheres brasileiras nunca tiveram orgasmo.

 

Veja essa também: de acordo com uma pesquisa feita pela Universidade de Newcastle, no Reino Unido, mulheres tem mais orgasmos com homens ricos.

 

O recorde de orgasmos pertence a uma moça chamada Deanna Webb e foi registado durante um evento na Dinamarca, em 2009. Acredite se quiser, mas ela teve 222 orgasmos numa única ocasião.

 

Durante a ejaculação, o esperma sai do pênis a uma velocidade de 40 quilômetros por hora e temperatura de 36º Celsius.

 

Em média, uma ejaculação libera de 2 a 5 mililitros de esperma (um pouco menos do que uma colher de sopa).

 

O orgasmo feminino pode gerar uma descarga elétrica de até 244 milivolts.

 

De cada 10 pessoas que fingem ter orgasmo, três são homens.

 

O Dia Mundial do Orgasmo é 30 de julho.

 

Fontes: Wikipedia, Super Interessante, Mundo Estranho, MSN Tempo de Mulher, Mulher.Terra, IG Delas.

 

Share: