Famosa no mundo todo como um grande polo cinematográfico, Los Angeles possui muito mais do que estúdios de cinema. É uma cidade dinâmica, com museus, parques de diversões, estádios, praias e uma intensa vida noturna. Descubra nas linhas abaixo algumas curiosidades a seu respeito.

 

A cidade norte-americana de Los Angeles foi fundada em 1781 com o nome de El Pueblo de Nuestra Señora la Reina de los Angeles del Río de Porciúncula (A Vila de Nossa Senhora, Rainha dos Anjos do Rio Porciúncula).

 

Los Angeles faz parte do Condado de Los Angeles, um dos mais populosos dos Estados Unidos da América, com mais de 10 milhões de habitantes.

 

Entre as cidades que fazem parte da região metropolitana de Los Angeles, vale lembrar de Santa Mônica, Santa Clarita, Glendale, Beverly Hills, Malibu e Pasadena.

 

Los Angeles é uma cidade multiétnica, onde vivem pessoas de mais de 100 nacionalidades e falam pelo menos 220 idiomas diferentes. Entre os grupos étnicos, vale lembrar de mexicanos, salvadorenhos, guatemaltecos, filipinos, coreanos, chineses e judeus.

 

Uma das coisas que mais chamam a atenção em Los Angeles é a quantidade de automóveis. É difícil encontrar locomovendo-se de um ponto a outro a pé. Dizem até que Los Angeles possui mais automóveis do que pessoas.

 

Com um sistema de transporte público deficiente, que dificilmente leva a todos os pontos da cidade, as pessoas têm mesmo que recorrer ao automóvel. Por isso que existem as famosas freeways, uma rede de rodovias que levam a um ponto ao outro da cidade sem passar no meio dos bairros.

 

Situada na região metropolitana de Los Angeles, Hollywood foi fundada no ano de 1877 e teve como inspiração o nome da fazenda de uma família que habitava aquela região: os Wilcox. Quem praticamente batizou a localidade de Hollywood foi a esposa do proprietário da fazenda.

 

Localizada na Hollywood Boulevard, a Calçada da Fama é constituída por mais de 2.000 lajes com estrelas com os nomes de personalidades do cinema. Possui 5,6 quilômetros e é uma das principais atrações turísticas de Los Angeles. Detalhe: a primeira pessoa contemplada com uma estrela na calçada da fama foi a atriz Joanne Woodward, esposa do ator Paulo Newman.

 

Também localizado na Hollywood Boulevard, o Teatro Chinês/Chinese Theatre é uma casa onde ocorrem as festas corporativas, festas de aniversário, cerimônias de entrega do Oscar (eventualmente) e pré-estreias de grandes produções da indústria cinematográfica norte-americana.

 

O letreiro (ou sinal) de Hollywood foi erguido em 1923 como propaganda de um empreendimento na área chamado Hollywoodland. Era para ser um anúncio temporário, mas acabou ficando definitivamente por lá. O “land” foi derrubado em 1949. Aliás, o monte onde está localizado o letreiro chama-se Monte Lee.

 

O local mais sofisticado da Grande Los Angeles é Beverly Hills. É onde vivem pelo menos sete de cada dez grandes estrelas do cinema. Beverly Hills atrai tanto a curiosidade dos turistas que existe até um passeio guiado por suas ruas e avenidas sofisticadas. Os turistas podem saber onde ficam as casas de Tom Cruise, Leonardo Di Caprio, Johnny Depp…

 

Outro ponto de atração turística em Beverly Hills é Rodeo Drive, a famosa avenida das lojas sofisticadas. Frequentada por estrelas do cinema e milionários da região, ela possui lojas de marcas como Fendi, Cartier, Bulgari, Prada, Chanel…

 

Ao invés de Beverly Hills, muitas estrelas de cinema preferiram comprar casa em Malibu. Famosa por suas praias de areia quente, Malibu é uma cidade litorânea que também atrai surfistas, hippies (ou remanescentes dos hippies), gays, praticantes de esportes de final de semana e muita gente exótica.

 

Com localização no condado vizinho de Orange, a cidade de Anaheim possui uma atração que atrai milhões de turistas por ano: a Disneylândia. Primeiro parque de diversões do conglomerado Disney, ele foi o único cuja construção foi supervisionada pelo próprio Walt Disney

 

Construído no centro financeiro de Los Angeles, o Walt Disney Concert Hall é uma das mais modernas casas de espetáculo dos Estados Unidos. Sua estrutura foi idealizada pelo renomado arquiteto Frank Gehry e lembra bastante o Museu Guggeheim de Bilbao, no País Basco.

 

Palco da final da Copa do Mundo de 2014, o Rose Bowl é um dos mais famosos estádios da Califórnia. Ele abrigou também a final da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 1999, além de que sediou várias vezes o SuperBowl (final do campeonato de futebol-americano). O Rose Bowl fica em Pasadena.

 

Um dos mais prestigiados centros culturais da região metropolitana de Los Angeles é o Getty Center, em Brentowood. Localizado numa colina, ele possuiu uma vista espetacular da cidade. Mas o que chama mesmo a atenção dos visitantes é sua arquitetura, somada a um imenso acervo artístico. O Getty Center foi idealizado pelo milionário Jean Paul Getty.

 

A região é sede importantes equipes esportivas, como o Los Angeles Clippers e o Los Angeles Lakers (ambos de basquete)

 

Fontes: Wikipédia, Viagem e Turismo, Descubra o Mundo.

 

Share: