O termo frutos do mar não se refere a nenhuma fruta ou qualquer coisa parecida, mas é o nome comum dado aos crustáceos (animais que tem o corpo coberto por um carapaça dura) e moluscos (animais que possuem uma concha para proteger o corpo). Veja algumas curiosidades sobre eles nas linhas a seguir.

 

Existem mais de 35 mil espécies de crustáceos. Os mais conhecidos são os caranguejos, os siris, as lagostas e os camarões.

 

Está certo que ele está longe de ser considerado um fruto do mar, mas o tatuzinho também é um crustáceo (não um inseto, como muitos imaginam). Ele é encontrado embaixo de pedras, sob paus, em buracos e em todos os locais que contenham umidade.

 

Na antiguidade, os camarões eram conservados em mel.

 

O pitu é um camarão de água doce.

 

As lagoas que possuem alguma ligação com o mar são grandes viveiros de camarões.

 

Os camarões crescem por etapas. Quer dizer, o animal perde a carapaça, cresce mais um pouco e cria uma nova carapaça.

 

O caranguejo-ermitão usa uma concha e uma anêmona no alto dessa concha para se proteger. Quando ele cresce, procura uma concha maior para servir de refúgio.

 

Se o caranguejo perde uma pata ou outra parte do corpo, ela é logo substituída por outra diferente.

 

De todos os filos, os que possuem o maior número de espécies é o dos moluscos. São 125 mil espécies. Os animais conhecidos como moluscos são as ostras, os mexilhões, os polvos e as lulas.

 

Apesar de não possuir concha, as lulas, as sépias e os polvos também são identificados como moluscos. Eles formam a classe dos cefalópodes.

 

Caramujos de água doce, caramujos-marinhos, abalones e lesmas também pertencem ao filo dos moluscos – ou seja, são parentes das lulas e polvos. Só que eles pertencem à classe dos gastrópodes.

 

Por falar em caramujos de água doce, você sabia que eles são hermafroditas?

 

Para se fixar à rocha, o mexilhão solta um líquido que se coagula logo que entra em contato com a água e o ar.

 

Você sabia que a pérola é resultado de uma doença que ataca a ostra?

 

Os moluscos possuem sangue azul ou verde.

 

A língua da lula é coberta de dentes para ralar os alimentos que ela prende com os tentáculos.

 

A tinta nanquim é feita com o líquido que as lulas usam para se defender.

 

A pele das lulas mudam de cor conforme a superfície em que vivem. Essa esse tipo de mimetismo também é comum no polvo.

 

As lulas possuem no próprio corpo que lhes permite se locomover usando jatos de água.

 

Você sabia que o polvo possui três corações?

 

Quer aprender a matar um polvo? É só dar um soco no meio dos seus olhos. É ali que está o centro nervoso do animal.

 

O polvo e a lula usam um dos seus tentáculos como membro reprodutor.

 

O polvo é um dos mais inteligentes animais marinhos, comparado aos animais vertebrados.

 

Como saber se uma ostra está em mal estado? Fácil: além de possuir um cheiro desagradável, a sua concha não fecha.

 

Sabia que a melhor bebida para acompanhar pratos com frutos do mar é o vinho branco?

 

Fontes: Mil Bichos, Almoço e Jantar e Dicionário Visual Jornal da Tarde.

 

Share: