Zâmbia é uma nação africana que faz fronteira com países como República Democrática do Congo, Tanzânia e Malawi. Sua capital é a cidade de Lusaka. Descubra nas linhas a seguir algumas particularidades e dados curiosos sobre esse país, um dos mais pobres da África.

 

Zâmbia possui 12,9 milhões de habitantes, pouco mais da metade da população da Grande São Paulo.

 

A capital e cidade mais populosa de Zâmbia é Lusaka.

 

As cinco cidades com maior número de habitantes são: Lusaka, Kitwe, Ndola, Kabwe e Chingola.

 

Embora seja o inglês o idioma oficial, são falados diversos idiomas regionais em Zâmbia. Os principais são o nianja, o bemba e o tsonga.

 

A etnia bemba representa 30% da população. Mas convém lembrar que, assim como em muitos países da África, os zambianos vivem em comunidades tribais. Outras tribos importantes são nianjas, tsongas, rotses e mambues.

 

O sistema de crenças predominante é o cristianismo – 60% católicos e protestantes –, seguido de crenças regionais.

 

A população é predominantemente rural. Apenas 35% dos zambianos vivem em zonas urbanas.

 

Zâmbia possui um dos maiores graus de desnutrição entre a população (45%). A expectativa de vida ao nascer é também muito baixa (42 anos).

 

A agricultura é sobretudo de subsistência. Cultiva-se batata, milho, mandioca e amendoim, entre outras culturas. Na agricultura comercial predominam os cultivos de algodão, café e cana-de-açúcar.

 

Zâmbia é um dos maiores produtores mundiais de cobre, que responde por quase metade das exportações do país.

 

A maior parte do território fica num planalto elevado, onde predomina a savana. O ponto mais elevado é o Monte Nyika, com 2.606 metros de altitude.

 

O maior rio do país é o Zambeze, onde ficam as famosas cataratas Vitória, com quedas que chegam a impressionantes 99 metros de altura. Elas são conhecidas pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade desde os anos 80.

 

O principal parque natural do país é o Parque Nacional do Baixo Zambeze, onde os turistas podem conhecer os animais da fauna local: hipopótamos, rinocerontes, elefantes, zebras, girafas, antílopes, avestruzes…

 

Localizado no norte do país, o Parque Nacional Nsumbu tem o lago Tanganica como uma de suas principais atrações. Nas fronteiras entre Zâmbia, República Democrática do Congo, Burundi e Tanzânia, o Tanganica é o segundo maior lago do continente africano.

 

Zâmbia é um país jovem. Só conquistou a independência na década de 1960. Atualmente, integra com outras ex-colônias do Reino Unido a chamada Comunidade Britânica.

 

Fontes: Wikipédia, Brasil Escola, Planeta África.

Share: