Você sabia que a esquadra de Pedro Álvares Cabral era formada por 13 caravelas? Sabia que Tiradentes nunca cultivou a barba? Descubra nas linhas a seguir informações surpreendentes e curiosidades sobre a história do Brasil. Temos certeza de que você irá gostar.

 

Eram faladas mais de 1.000 línguas no Brasil na época do descobrimento. Destas, 180 continuam sendo faladas atualmente. Detalhe: apenas 11 tem mais de 5.000 falantes.

 

Sabe-se apenas o nome de três das 13 caravelas da esquadra que descobriu o Brasil. São elas El-Rei, Anunciada e São Pedro.

 

Você sabia que Tiradentes nunca usou barba? E que, além de dentista, ele foi alferes, engenheiro, minerador e até tropeiro?

 

Os filhos dos bandeirantes costumavam iniciar suas expedições pelo interior do país com a idade de 14, 15 anos.

 

A esquadra que trouxe a família real portuguesa ao Brasil era composta de oito naus, três fragatas, dois brigues, uma escuna de guerra, uma charrua de mantimentos e mais 20 navios. Ao todo, ela trouxe para o Rio de Janeiro 1,5 mil pessoas.

 

O nome completo de D. Pedro I era Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.

 

Dom Pedro I teve oito filhos, sete do primeiro casamento e um do segundo. Além deles, o imperador teve outros seis filhos de relações extraconjugais.

 

Ainda sobre Dom Pedro I: ele enfrentou uma baita crise de diarreia no dia em que proclamou a independência do Brasil.

 

A primeira esposa de Dom Pedro I, a princesa Leopoldina Carolina, era amiga do compositor austríaco Franz Schubert e do poeta alemão Johann W. Goethe.

 

Dom Pedro II foi aclamado Imperador aos 14 anos de idade, permanecendo no poder até os 63 anos.

 

Os primeiros negros escravos foram trazidos para o Brasil no ano de 1538. Até a assinatura da Lei Áurea, entraram no país algo em torno de 15 milhões de escravos.

 

Muitos escravos compravam sua liberdade trabalhando como vendedores. Em 1750, uma carta de alforria chegava a custar 150 mil réis, preço maior do que o de uma residência simples, que custava 120 mil.

 

Quando foi abolida a escravidão, o país contava mais de 723 mil escravos.

 

José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, propôs a abolição da escravidão no longínquo ano de 1823. A ideia de José Bonifácio era abolir o tráfico e, em seguida, a libertação gradual dos escravos.

 

Não houve nenhum derramamento de sangue durante a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

 

O primeiro comandante da Marinha de Guerra brasileira foi um almirante inglês (!!!) chamado Alexander Cochrane, em 1823.

 

A primeira mulher a obter um mandato público no Brasil foi Alzira Soriano, em 1928. Ela elegeu-se prefeita do município de Lajes, no estado do Rio Grande do Norte.

 

Entre os políticos que ocuparam a presidência da República, os nomes que mais se repetiram foram João e José. Destes, Prudente “José” de Moraes foi o único a ser eleito pelo voto direto.

 

O estado brasileiro que mais elegeu presidentes da República direta ou indiretamente foi o Rio Grande do Sul. Foram, no total sete presidentes: Hermes da Fonseca, Getúlio Vargas, Arthur da Costa e Silva, Emílio Garrastazu Médici, Ernesto Geisel e Dilma Roussef. João Goulart assumiu o cargo, como vice-presidente, com a renúncia de Jânio Quadros. Apesar de ter nascido em Minas Gerais, Dilma Roussef viveu grande parte de sua vida no Rio Grande do Sul.

 

A Guerra do Paraguai dizimou três quartos da população desse país. De uma população de 800 mil pessoas, sobraram 200 mil. Do lado brasileiro, morreram 1864 homens.

 

Share: