O Camboja é um país do Sudeste Asiático vizinho do Vietnã, Tailândia e Laos. Os cambojanos costumam se referir ao seu país como “Terras dos Khmers”. Descubra alguns fatos surpreendentes e curiosidades sobre a geografia, a história e a cultura do Camboja.

 

A capital e maior cidade do Camboja é Phnom Penh.

 

As cidades mais populosas são, em ordem: Phnom Penh, Ta Khmao, Battanbang, Siem Reap e Sisophon.

 

Os cambojanos costumam se referir a seu próprio país como “Terras do Khmers”. A civilização Khmer tinha fortes influências chinesas e indianas, e sua religião predominante era o hinduísmo.

 

Além do território do atual Camboja, o Império Khmer abrangia partes dos vizinhos Vietnã, Laos e Tailândia.

 

Construído no século XII, Angkor Wat é o maior complexo de templos do mundo, com 400 quilômetros quadrados. Ele é maior do que Andorra e para percorrê-lo por completo seriam necessários dois dias. Angkor Wat é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco desde 1992.

 

É justamente o complexo de Angkor Wat que estampa o centro da bandeira do Camboja (veja imagem acima).

 

O budismo é a religião predominante entre os cambojanos. Ele é praticado por 95% da população.

 

O clima nesse país asiático é quente e úmido, com temperaturas em torno de 30º Celsius na maior parte do ano.

 

O território cambojano é cortado pelo rio Mekong, um dos maiores rios da Ásia. A bacia do Mekong possui uma grande diversidade biológica, com mais de 1.200 espécies de peixes.

 

O Camboja foi um protetorado francês entre os anos de 1863 e 1953. Fazia parte da Indochina Francesa, um império colonial que também incluía grande parte do Laos e do Vietnã.

 

Um dos regimes mais brutais da história foi o Khmer Vermelho, o governo de influência comunista que tomou o poder no Camboja na década de 1970. Liderado por Pol Pot, o Khmer forçou milhões de cambojanos a se instalarem em áreas rurais para trabalhos na agricultura. Procurou também eliminar todas as influências ocidentais. De uma população de 8 milhões de pessoas na época, cerca de 2 milhões foram assassinadas.

 

Em virtude do genocídio promovido pelo Khmer Vermelho e outros conflitos, o Camboja possui uma população predominante jovem.

 

A pobreza ainda é muito grande no Camboja. Parte da população vive em palafitas às margens dos rios (algo mais comum no sul da Ásia do que se imagina).

 

O alimento principal da culinária cambojana é o arroz, ingrediente presente nas três refeições diárias. Um dos pratos mais populares é o kuy teav, uma sopa de massa de arroz prepara com vegetais e carne de porco.

Share: