O que é propriamente uma flor? Qual a flor mais fedorenta que existe? Qual a menor flor do planeta? Descubra nas linhas a seguir 20 fatos e curiosidades muito interessantes sobre o perfumado, e às vezes nem tanto, mundo das flores.

 

A flor nada mais é do que o órgão reprodutivo das plantas do tipo angiospérmicas. Digamos que ela contém as estruturas reprodutivas das plantas cuja função é produzir sementes.

 

A menor flor do mundo é a da Galinsoga parviflora – uma espécie de erva daninha –, com 1 milímetro de comprimento e 0,3 milímetros de largura.

 

A mais conhecida flor gigante é a Titan arum. Um único exemplar pode medir até 3 metros de altura. Popularmente chamada de flor-cadáver, a Titan desabrocha a cada seis ou nove anos. O apelido se justifica: ela possui um cheiro insuportável.

 

A planta que leva mais tempo para florir é a Corypha umbraculifera, uma espécie de palmeira hermafrodita do Sri Lanka, cuja florada ocorre a cada 80 anos.

 

Existem mais de 50 mil espécies de orquídeas, sendo que só no Brasil são mais de 3.500 tipos.

 

Você sabia que a baunilha é extraída de uma orquídea do gênero Vanilla? E que é por isso que baunilha é chamada de vanilla em alguns países?

 

Sabia que foram encontrados fósseis de rosas de mais de 25 milhões de anos? As rosas, portanto, podem ser mais antigas do que a espécie humana.

 

Um dos maiores exportadores de flores da antiguidade foi o Egito.

 

Os romanos gostavam tanto de rosas que utilizavam esse tipo de flor em quase todas as suas cerimônias. Diz-se que plantavam mais rosas do que comida.

 

A antiga Grécia cultivava rosas, lírios e jacintos, entre outras. No entanto, a flor predileta do gregos era a violeta.

 

Uma das flores mais populares na Idade Média era a calêndula. Cultivada em hortas, ela era usada como corantes de caldos, manteiga, queijo e bolos.

 

Por falar em flores comestíveis, confira algumas espécies que caem bem no prato (e no estômago): amores-perfeitos, begônias, rosas, jasmins, lavandas, petúnias, cravos e dentes de leão.

 

Por falar em flores comestíveis de novo, evite as perigosas azaleias, espirradeiras, narcisos e lírios do vale, entre outras. Para não ter problemas, procure informações sobre flores venenosas em livros de receita ou internet.

 

Em relação às rosas, elas são usadas em sorvetes, geleias, licores e doces. Servem também de aromatizante em saladas e vinhos.

 

A flor comestível mais consumida é a da alcachofra.

 

O açafrão é um condimento preparado com um dos estigmas da flor Crocus sativus, muito comum na Europa. É utilizado em diversos pratos salgados e doces. Para produzir somente 1 quilo de açafrão são necessárias 150 mil flores.

 

O maior produtor de flores do Brasil é o estado de São Paulo, seguido de perto por Minas Gerais.

 

A Colômbia é um grande produtor de flores. As rosas colombianas são famosas no mundo todo. Conhecidas pela sua durabilidade e pelo seu tamanho (elas chegam a medir 11 centímetros), elas tem o Brasil como um dos principais compradores.

 

O maior produtor de tulipas do mundo é a Holanda. Embora seja símbolo do país, a tulipa é originário da Turquia e só chegou na Holanda no século XVI.

 

Por falar nisso, você sabia que a tulipa foi consumida como alimento pelos holandeses durante a Segunda Guerra Mundial? Com a escassez de comida, os holandeses preparavam diversos tipos de pratos com o bulbo da tulipa, de bolos a chás.

 

Num sábado, em São Paulo são vendidos 1,4 milhão de flores para enfeitar salões e igrejas. O mercado de casamentos paulista emprega por volta de 3 mil floristas.

 

Share: