O escritor Miguel de Cervantes Saavedra nasceu na localidade de Alcalá de Henares, na Espanha, em 1547, e morreu em Madrid, em 1616. Graças à monumental obra Dom Quixote, se tornou um dos maiores autores de todos os tempos. Conheça as nossas curiosidades sobre a vida e a obra desse gênio da cultura mundial.

 

Por ter a mão esquerda deformada – consequência de um ferimento durante os anos em que viveu como soldado –, Cervantes era chamado de El Manco de Lepanto. Ele tinha 24 anos quando perdeu os movimentos dessa mão.

 

Depois de ter sido capturado por piratas, Cervantes foi escravo por cinco anos. Ele só conseguiu ser libertado com o pagamento de um resgate.

 

No período em que trabalhou como coletor de impostos, caiu sobre Cervantes a acusação de desfalque. Por conta dela, o criador do mais famoso cavaleiro andante da literatura foi obrigado a cumprir pena de prisão.

 

Cervantes tinha 57 anos quando publicou a primeira parte do romance Dom Quixote. O título original era O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha.

 

Dom Quixote foi publicado em duas partes, a primeira em 1605 e a segunda, em 1615. Era para ter apenas uma, mas, ao saber sobre uma falsa sequência da obra, Cervantes resolveu escrever a segunda parte.

 

Dom Quixote é uma espécie de paródia dos romances de cavalaria, que estiveram em moda durante a Idade Média. Elas relatavam as aventuras e atos de coragem dos cavaleiros medievais e envolviam temas como a busca do Santo Graal.

 

Dom Quixote fez tanto sucesso na época da sua publicação que um anônimo escreveu uma segunda parte apócrifa do romance.

 

Dom Quixote é considerado o maior romance em língua espanhola de todos os tempos. O segundo melhor romance é Cem Anos de Solidão, do escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez.

 

Cem dos mais renomados escritores do mundo escolheram Dom Quixote como o maior romance de todos os tempos – melhor até do que Em Busca do Tempo Perdido, de Alan Proust, e A Metamorfose, de Franz Kafka – numa enquete promovida pelo Instituto Nobel divulgada, em 2012.

 

O escritor brasileiro Monteiro Lobato publicou em 1936 o livro Dom Quixote das Crianças, em que conta a história do fidalgo pelo ponto de vista de dona Benta, do Sítio do Pica-pau Amarelo.

 

A Associação dos Editores de Madrid lançou recentemente uma campanha em que Dom Quixote é atacado e morto por um dos personagens do game Angry Birds. Nessa mesma campanha, o Pequeno Príncipe, de Saint-Exupéry, é baleado num cenário de Call of Duty. A campanha criticava a troca dos livros por games e smartphones.

 

Existem centenas de gravuras, pinturas e esculturas de Cervantes pelo mundo afora, mas ninguém até hoje sabe qual era a sua verdadeira aparência.

 

Cervantes morreu recolhido num convento, pobre, esquecido e sem amigos.

 

Os restos mortais do escritor foram descobertos somente em 2015, numa igreja de Madrid.

 

Fontes: Wikipédia, Enciclopédia Ilustrada Folha, Sua Pesquisa.

 

Share: