Sabemos que existem expressões, gírias e ditos populares falados somente em determinados estados. Alguns palavreados do baiano, por exemplo, são desconhecidos de gaúchos, paulistas e outros brasileiros. Nas linhas a seguir, você descobrirá um rol de palavras utilizadas com frequência na Bahia, sobretudo pelos soteropolitanos. Temos certeza de que achará interessante.

 

GÍRIAS E EXPRESSÕES POPULARES DA BAHIA:

Abrir o gás – Se mandar, ir embora

Abusar – Perturbar, encher o saco

Arrodear – Dar a volta ao redor de

Avexado – Apressad

Azuretado – Invocado, fulo

Baba – Racha, pelada (de futebol)

Boiado – Cansado

Borrachudo – Ônibus

Bozó – Despacho de macumba

Breado – Sujo

Brega – Zona, puteiro

Bulir – Mexer, tocar

Cacetinho – Pão francês

Cachorro Magro – Quem come na casa de alguém e sai logo em seguida.

Comer água – beber ( bebida alcoólica)

Cubar – Ficar à espreita, vigiar

Dar um beiço – sair sem pagar, dar calote

De hoje – Expressão que significa “Há muito tempo”

Desencher – Esvaziar

Emborcar – Virar de cabeça ou de boca pra baixo.

Em comunicação – Quando a linha telefônica está ocupada

Encruado – Ressecado, que não se desenvelvou normalmente.

Engrisilha – Rolo, coisa enrolada, confusão.

Entojo – Enjoo de mulher grávida

Esmóler – Mendigo

Estrompado – Estafado

Fazer enxame – Juntar gente, fazer estardalhaço.

Filar aula – Matar aula

Gaia – Chifre ( relativo a corno)

Gaitada – Gargalhada, risada estrondosa

Garapa – Qualquer refresco muito doce

Gás – Querosene

Grafite – Lapiseira

Guaraná – Qualquer refrigerante (Ex. Dê-me um guaraná de limão ai!)

Humilhante – Ônibus

Inticar – Implicar

Invasão – Favela

Jogar um barro – Defecar

Lapiseira – Apontador de lápis

Lenhado – Em má situação, em má estado ( ferrado, fodido)

Leso – Bobo, tolo

Mais eu – Comigo ( Ex. Você vai mais eu?)

Mais nunca – Nunca mais

Mangar – Gozar, sacanear, tirrar o sarro

Massa – legal! Joia.

Miolo de Pote – Papo furado

Morcegar – Andar pendurado atrás do ônibus.

Na mão grande – Algo feito com poucos recursos, na marra.

Na tora – Á força, feito por obrigação

Nigrinha – Alguém de baixo nível.

Nó-cego – Pessoa complicada

Papeira – Caxumba

Passado – estragado

Pegar o boi – Conseguir algo com facilidade e se dar bem.

Penteadeira de puta – Carro enfeitado

Picar a porra – Bater, surrar

Pixote – Alguém fraco em alguma coisa.

Pó – Talco

Pongar – Pegar carona, embarcar na ideia de alguém, pegar ônibus ou trem em movimento.

Porreta – Legal, do cacete, gente fina.

Ratear – Falhar o motor do carro

Ronceiro – Preguiçoso, vagaroso

Róscofi – Relógio

Saído – Aquele que gosta de aparecer.

Se armar – Se dar bem

Se arrombar – Se dar mal

Se lenhar – Se dar mal

Se picar – Se mandar, ir embora

Sinaleira – Sinal de trânsito

Sombreiro – Sombrinha de praia, guarda-sol

Tá de boi – Menstruada

Tá de calundu – Estar zangado, na bronca

Tabaréu – Caipira

Torar – Arrebentar, cortar

Unheiro – Unha inflamada nos cantos

Vara – Pão

Vai te catar – Vai encher o saco de outro

Virado no cão – Muito puto da vida

Ximbar – Se dar mal, perder a oportunidade

Xôxa – Sem graça, insípida

 

(Imagem acima: Elevador Lacerda, em Salvador)

 

Share: