Oriundos da Ásia Central, os otomanos fundaram um dos maiores impérios dos tempos modernos, que caiu definitivamente com o fim da Primeira Guerra Mundial. Mas quem eram os otomanos? Qual a sua origem? Descubra nas linhas abaixo algumas curiosidades sobre esse povo, chamado atualmente de turcos.

 

O termo “otomano” originou-se de Osmã, ou Uthman, em árabe, o líder que transformou as tribos turcas recém-chegadas à região da Anatólia (atual Turquia) numa superpotência.

 

Os otomanos eram um povo turco originário da Ásia Central. Falavam uma língua turcomana, que possui fortes parentescos com o tártaro, o usbeque, o cazaque e o azerbaijano. Existem povos de língua turca até no oeste chinês, conhecidos como uigures.

 

O Império Otomano começou a se expandir com o principado do sultão Osmã (1258-1324), chegando poucos séculos depois a conquistar o Império Bizantino sob a liderança de Mohamed II (1432-1481).

 

A maioria dos historiadores considera que o fim da Idade Média e início da Moderna deu-se no ano de 1453, quando Constantinopla, a capital bizantina, caiu nas mãos dos turcos otomanos.

 

Com a queda, Constantinopla passa com o tempo a ser conhecida por outro nome: Istambul.

 

Nos séculos seguintes à vitória sobre o Império Bizantino, os otomanos tentaram de todas as formas conquistar a Europa, mas foram derrotados pelos austríacos. Mesmo assim, continuaram dominando a região dos Balcãs e Grécia.

 

A Romênia e região da Crimeia foram dominadas após a chamada Guerra da Crimeia, travada contra a Rússia entre 1853 e 1856. Os otomanos só venceram o conflito graças à ajuda de franceses e ingleses.

 

Em seu auge, o Império Otomano abarcava a Ásia Ocidental, norte da África, parte do Oriente Médio e parte da Europa Oriental. Manteve sob controle cidades como Meca, Jerusalém, Beirute, Damasco, Atenas e Belgrado.

 

Durante a Primeira Guerra Mundial, o Império Otomano uniu-se à Alemanha, sendo ao final derrotados.

 

Foi com o fim da Primeira Guerra Mundial que o Império Otomano fragmentou-se, surgindo assim diversas nações independentes. Alguns territórios sob seu controle passaram para as mãos de ingleses e franceses.

 

Foi a partir dessa fragmentação que surgiu a moderna República da Turquia e terminou a era dos califados turcos. O primeiro presidente turco foi Kemal Ataturk.

 

Com 15 milhões de habitantes, Istambul é uma das cidades mais populosas do mundo atualmente. Detalhe: a capital da Turquia é Ancara.

 

Imagem acima: basílica bizantina de Santa Sofia, transformada em mesquita e mais tarde em museu, em Istambul.

 

Fontes: Wikipédia, Mundo Educação, Superinteressante.

 

Share: