As Cataratas do Iguaçu são um conjunto de quedas d’água na fronteira entre Brasil e Argentina. É um dos pontos turísticos mais visitados de ambos os país, atraindo pessoas do mundo inteiro. Veja nas linhas a seguir um conjunto de curiosidades sobre essas maravilhas do mundo natural e a região onde ela está localizada.

 

As Cataratas do Iguaçu ficam na bacia do rio Paraná, na fronteira entre Brasil e Argentina, e são formadas por 275 quedas d’água. A maioria dessas quedas localiza-se no lado argentino, mas as maiores ficam no brasileiro.

 

As quedas possuem uma vazão média de 1.500 metros cúbicos de água por segundo.

 

A forma das quedas d’água lembram uma ferradura, com extensão de 2.700 metros (1.900 metros do lado argentino e 800 metros do brasileiro).

 

A altura média das quedas é de 64 metros. Detalhe: a maior possuir 82 metros.

 

As Cataratas do Iguaçu estão situadas em dois parques naturais, ambos criados há mais de 80 anos: o Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro, e o Parque Nacional Iguazú, no argentino. Ambos são considerados Patrimônio da Humanidade.

 

O Parque Nacional do Iguaçu possui uma riquíssima biodiversidade, constituída por plantas e animais de Mata Atlântica, entre os quais onças-pintadas, quatis, tucanos, papagaios e suçuaranas.

 

As cataratas do Iguaçu ficam próxima a uma região urbana que compreende três importantes cidades: Foz do Iguaçu (Brasil), Ciudad del Est (Paraguai) e Puerto Iguazu (Argentina).

 

Foz do Iguaçu é o terceiro destino de turistas estrangeiros no Brasil, e o primeiro na região sul.

 

Vizinha das cataratas, a usina hidrelétrica de Itaipu foi considerada durante mais de 30 anos a maior do mundo, até ser recentemente superada pela usina chinesa de Três Gargantas.

 

Uma votação internacional realizada no ano de 2007 com a participação de milhões de pessoas em todo os continentes elegeu as sete novas maravilhas naturais do mundo. Duas ficam no Brasil: o rio Amazonas e as Cataratas do Iguaçu.

 

O clima da região é subtropical, com temperaturas extremas durante o verão (ou seja, faz “muito” calor). A vegetação é típica de Mata Atlântica.

 

Além de trilhas tanto do lado brasileiro quanto do argentino, os turistas podem conhecer o Parque das Aves, uma espécie de “zoológico” com viveiros onde são criadas aves das mais diversas espécies. Além de espécies exóticas, os visitantes podem conhecer aves típicas da Mata Atlântica e interagir com elas. O parque possui ainda setor de répteis e um borboletário que chama muito a atenção.

 

Outra atração que chama a atenção dos turistas – principalmente brasileiros, cabe aqui salientar – é Ciudad del Este, a poucos quilômetros de Foz do Iguaçu. Localizado no lado paraguaio de tríplice fronteira, ela chama a atenção por sua extensa zona comercial, onde é possível comprar produtos importados por preços bastante vantajosos.

 

O #CataratasDay é um dia dedicado à consciência sobre a preservação do Parque Nacional do Iguaçu, e ocorre sempre em 11 de novembro.

 

Uma última curiosidade: a palavra “Iguaçu” possui origem indígena e significa “água grande”.

 

Share: