O nome da capital do Rio Grande do Norte tem ligação direta com a data em que foi fundada 25 de dezembro de 1599, dia de Natal. É uma das capitais brasileiras mais bonitas. Confira algumas informações e curiosidades interessantes sobre ela nos tópicos a seguir.

 

Com 805 mil habitantes em 2014, Natal concentra mais de 25% da população do Rio Grande do Norte. Se considerarmos a população da região metropolitana, o contingente chega a 1,5 milhão de habitantes.

 

Além de Natal, os principais municípios da região metropolitana são Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Ceará-Mirim, Macaíba e Extremoz.

 

Os bairros natalenses mais populosos são Nossa Senhora da Apresentação, Lagoa Azul, Pajuçara, Potengi e Filipe Camarão. Os quatro primeiros ficam na Zona Norte, depois da ponte estaiada.

 

Natal é, depois de Vitória, no Espírito Santo, a capital brasileira com menor área.

 

Natal foi fundada às margens do rio Potengi. Com a inauguração da ponte estaiada Newton Navarro, a Zona Norte ganhou uma nova ligação com o restante da cidade.

 

É uma das cidades brasileiras mais próximas dos continentes europeu e africano. Não foi sem motivos que Natal foi escolhida pelo governo dos Estados Unidos para, com a autorização do então presidente brasileiro Getúlio Vargas, instalar uma base aérea durante a Segunda Guerra Mundial.

 

O solo é extremamente arenoso, com a presença de dunas nas suas praias. Em determinados pontos, como o Parque Estadual das Dunas, elas podem chegar a até 90 metros de altura.

 

O Parque das Dunas é ao lado do paulistano Parque da Cantareira e do carioca Parque da Tijuca, um dos três maiores parques urbanos do Brasil. Foi estabelecido numa área de Mata Atlântica, com uma presença maciça de dunas junto ao mar.

 

Uma das praias mais famosas é Ponta Negra, na zona sul da cidade. Com 4 quilômetros de extensão, é a mais visitada por turistas na cidade. Sua principal atração é o Morro do Careca, uma duna de aproximadamente 107 metros de altura.

 

Uma das mais emblemáticas atrações da cidade é o Forte dos Reis Magos, uma fortaleza localizada na chamada Praia do Forte. Ele recebeu esse nome porque a sua construção teve início em 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis. Foi uma das primeiras construções da então nascente cidade do Natal.

 

Estabelecido em 1991, o Carnatal é um dos maiores carnavais fora de época do Brasil. Ocorre nas proximidades da Arena das Dunas e atrai cerca de 1 milhão de visitantes durante os quatro dias em que é realizado.

 

Outro evento importante do calendário natalense é o Natal em Natal, realizado sobretudo no mês de dezembro. Trata-se de uma série de eventos com apresentações musicais, circuito gastronômico e festival literário, entre outros. Um dos pontos fortes é a decoração de Natal, que enche a cidade de luz nos dias que antecedem a mais importante festividade do calendário cristão.

 

O estádio Arena das Dunas foi inaugurado em 2014 para a realização dos jogos da Copa do Mundo da FIFA no Brasil. Recebeu esse nome em referência às dunas do litoral do Rio Grande do Norte. Foi lá que jogaram México e Camarõs, Estados Unidos e Gana, Japão e Grécia e Itália e Uruguai.

 

Localizada no vizinho município de Parnamirim, a Base de Lançamento da Barreira do Inferno foi a primeira base aérea de lançamento de foguetes da América Latina. Sua posição foi escolhida devido à proximidade com a Linha do Equador.

 

Com 8.500 metros quadrados de copa, o cajueiro de Pirangi, próximo a Natal, foi reconhecido pelo Guiness Book como o maior cajueiro do mundo. Seu tamanho é equivalente a 70 cajueiros colocados lado a lado. Sua produção chega a 80 mil cajus por safra.

 

De acordo com uma ONG internacional sediada no México, entre as 50 cidades mais violentas do mundo, 21 são brasileiras. Natal encabeçou a lista em 2018.

 

Segundo a Nasa – a agência espacial dos Estados Unidos –, o local com o ar mais puro do mundo é a Antártida. O segundo é Natal.

 

Os principais times de futebol da cidade são o ABC, o América e o Alecrim. O ABC é o time com maior número de títulos dos campeonatos do Rio Grande do Norte. Ao todo, são 52 títulos conquistados (dados de 2014).

 

Personalidades nascidas em Natal: Luís da Câmara Cascudo (folclorista e escritor), Alan Severiano (jornalista), Oscar Schimdt (jogador de basquete), Tadeu Schimdt (jornalista e apresentador de TV), Virna (jogadora de vôlei), Gilliard (cantor), Ademilde Fonseca (cantora), Agripino Maia (político), Fernanda Tavares (modelo).

 

Uma última curiosidade: durante o curto domínio holandês na região, Natal foi chamada de Nova Amsterdã e o Forte de Reis Magos foi batizado de Castelo Keulen.

 

Fontes: Wikipédia, Enciclopédia Ilustrada Folha, Folha de São Paulo.

 

Share: