Percorra as linhas abaixo e descubra alguns fatos curiosos sobre o estado do Paraná e suas principais cidades, entre as quais Curitiba, Paranaguá e Maringá. Você sabia, por exemplo, que Curitiba é uma das cidades mais verdes do Brasil?

 

O nome do estado do Paraná é derivado do rio que delimita a fronteira oeste de seu território. Paraná veio do tupi “pa’ra” = “mar” mais “nã” = “semelhante, parecido”. Paraná significa, portanto, “rio grande, parecido com o mar”.

 

O primeiro registro do litoral do Paraná – mais propriamente da baía de Paranaguá – foi feito pelo aventureiro alemão Hans Staden, no século XVI.

 

O Paraná é o sexto estado mais populoso do Brasil, com 10,5 milhões de habitantes.

 

A cidades mais populosas do Paraná são, por ordem: Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel, São José dos Pinhais, Colombo, Guarapuava e Paranaguá.

 

O Paraná possui atualmente 339 municípios.

 

A cidade mais antiga do estado é Paranaguá, fundada em 1648.

 

À propósito, Paranaguá (ou Parnaguá) significa em tupi-guarani “grande mar redondo”.

 

Os estados de São Paulo e Paraná formaram uma única província no passado. A emancipação paranaense ocorreu em 1851. Curitiba tornou-se capital da província 3 anos depois.

 

O Dia da Emancipação, data em que os paranaenses comemoram o surgimento da Província do Paraná, é comemorado em 19 de dezembro.

 

A árvore símbolo do Paraná é a araucária (Araucaria angustifolia). Os ramos dessa árvore aparecem na bandeira e no brasão do estado. A araucária também dá nome a um município da região metropolitana de Curitiba.

 

O Paraná é um dos estados com maior variedade étnica do Brasil. O estado beneficiou-se com a política de imigração do Império, que trouxe imigrantes alemães, poloneses, ucranianos, italianos, judeus e portugueses. Existem também no Paraná um grande contingente de descendentes de árabes e japoneses.

 

Com uma população de 1.848.943 habitantes, Curitiba é a oitava cidade mais populosa do Brasil e a mais populosa da região Sul.

 

A região metropolitana de Curitiba é formada por 26 municípios, onde vivem quase 3 milhões de pessoas.

 

Curitiba é a capital mais fria do Brasil. No inverno, a temperatura pode chegar a 0º Celsius. Chegou a nevar na cidade em julho de 2013.

 

Brasil tem cinco entre as seis capitais mais verdes da América Latina. Quem ficou com o título de metrópole mais verde da região foi Curitiba.

 

De origem tupi-guarani, o nome Curitiba é uma referência ao pinhão, o fruto da araucária.

 

Com mais de 4.800 quilômetros de extensão o rio Paraná é o segundo maior rio do Brasil, ficando atrás apenas do Amazonas. É também o oitavo rio mais extenso do mundo.

 

As cataratas com maior volume de água – uma vazão média de 1.756 metros cúbicos por segundo – do planeta são as Cataratas do Iguaçu, na divisa do estado do Paraná com a província argentina de Misiones.

 

Em tupi-guarani, Iguaçu significa “água grande”. As cataratas não podiam, portanto, ter um nome diferente.

 

Mais de um quarto do município de Foz do Iguaçu integra o Parque Nacional do Iguaçu.

 

A usina hidrelétrica de Itaipu foi durante muito tempo a maior do mundo, mas recentemente perdeu o posto para a usina chinesa de Três Gargantas.

 

A palavra Maringá surgiu da combinação das partes do nome de uma cabocla chamada Maria do Ingá (ou Maringá), de uma música do compositor Joubert de Carvalho.

 

O principal prato típico do Paraná é o barreado. Feiro à base de carne cozida por muito tempo em panela de barro, até desmanchar-se, o barreado é consumido principalmente no litoral.

 

Os principais produtos da agricultura paranaense são a soja, o milho, o café, a cana-de-açúcar, o trigo, a mandioca, o feijão, a batata e a laranja.

 

Grande parte do litoral do Paraná (um dos menores do país) é constituído de parques e reservas ecológicas. Os principais são o Parque Nacional Saint-Hilaire e o Parque Nacional do Superagüi. Uma das maiores atrações turísticas naturais é a Ilha do Mel.

 

Situada na região metropolitana de Curitiba, a cidade de Campo Largo é conhecida como a Capital da Louça e da Cerâmica. Motivo: ela é sede de importantes empresas do ramo, além de que possui matéria-prima em abundância para a produção de cerâmica.

 

Share: