Sabe-se que o cigarro é responsável por milhões de mortes. Sabe-se também que é o principal responsável pelos novos casos de câncer de pulmão. Percorra as linhas abaixo e descubra alguns dados úteis e curiosidades sobre o consumo – e os males, é claro – do cigarro no mundo todo.

 

Assim como o tomate, o milho, a batata e o chocolate, o tabaco era desconhecido dos europeus até a descoberta da América.

 

O tabaco começou a ser cultivado pelo ser humano há 8 mil anos, provavelmente na América andina.

 

Os povos pré-colombianos fumavam, cheiravam (em forma de rapé) e usavam o tabaco até como supositório.

 

A palavra tabaco vem de dattukupa, cujo significado é “nós estamos fumando”.

 

Os índios norte-americanos costumavam fumar o cachimbo da guerra antes das batalhas e o da paz depois das guerras.

 

O primeiro europeu a experimentar o fumo foi o navegador espanhol Rodrigo de Jerez. Detalhe: ao voltar para a Europa, ele foi condenado a 3 anos de prisão por fumar em público.

 

A planta foi batizada como Nicotiana tabaco em homenagem ao francês Jean Nicot, que enviou as primeiras sementes a Catarina de Médici, então rainha da França.

 

Contrário ao fumo, o sultão otomano Murad IV vestia-se de mendigo e pedia uma baforadas nas ruas. Quem dava o cigarro, era decapitado. Acredita-se que em 14 anos teriam morrido 5 mil pessoas.

 

A família de George Washington, o primeiro presidente do Estados Unidos, vivia do cultivo de tabaco.

 

A indústria de cigarros brasileira Souza Cruz foi fundada em 1903 pelo imigrante português Abílio Souza Cruz. Décadas depois, a empresa foi adquirida pela companhia anglo-americana British American Association (BAT).

 

Produzido pela Philip Morris, a Marlboro ainda é uma das dez marcas mais valorizadas do mundo.

 

Acredite se quiser, mas o fumo levou apenas 50 anos para conquistar o mundo.

 

Os atores de Hollywood recebiam cachês da indústria do cigarro para fumar nos filmes. A prática foi proibida pelo governo dos Estados Unidos.

 

O cigarro vicia mais fácil que a cocaína.

 

Cerca de 1,2 bilhões de pessoas são fumantes. O continente com maior número de fumantes é a Ásia.

 

A maioria dos fumantes é do sexo masculino, com idade entre 18 e 24 anos.

 

Em 2003, eram consumidos cerca de 5,5 trilhões de cigarros por ano no mundo todo.

 

Acredite se quiser, mas 30% dos cigarros são consumidos na China.

 

A maioria dos fumantes só consegue largar o cigarro depois de cinco tentativas. Só 3% conseguem na primeira tentativa.

 

O tabagismo é considerado a principal causa de mortes evitáveis no mundo.

 

Existem mais de 4 mil substâncias nocivas no cigarro.

 

Lista de males provocados pelo fumo: câncer de pulmão, bronquite, infarto do miocárdio, hemorragias cerebrais, tosse persistente, asma, câncer de laringe, câncer do estômago, lesões odontológicas, mal hálito, velhice precoce e impotência sexual

 

Noventa por cento das mortes por câncer de pulmão são provocadas pelo fumo.

 

O cigarro matou 6 milhões de pessoas no mundo todo em 2010, 80% nos países em desenvolvimento.

 

O cigarro é responsável por 15% das mortes de homens e 7% de mulheres.

 

A cada anos, cerca de 1,2 milhões de chineses morrem vítimas do tabaco.

 

Os cientistas acreditam que 1 bilhão morrerão em virtude do fumo até o final do século.

 

O rapé é uma espécie de tabaco ralado para ser cheirado. De origem francesa, a palavra rapé significa “ralado”.

 

No Brasil, 70% do preço de um cigarro são impostos.

 

O Dia Nacional de Combate ao Fumo é 29 de agosto.

 

Além do Brasil, apenas 14 países colocam advertências nas embalagens de cigarros.

 

Share: