A Irlanda do Norte é uma nação localizada no continente europeu e que, apesar de dividir o mesmo território com a República de Irlanda, faz parte do Reino Unido. Sua capital é a cidade de Belfast. Percorra os tópicos a seguir e descubra algumas curiosidades interessantes a seu respeito.

 

Embora faça parte do Reino Unido (juntamente com Inglaterra, País de Gales e Escócia), a Irlanda do Norte não fica na ilha da Grã-Bretanha. Como o próprio nome sugere, a Irlanda do Norte situa-se ao norte da ilha da Irlanda.

 

A Irlanda do Norte é uma Monarquia Constitucional governada pelo Primeiro-Ministro do Reino Unido e quem tem como chefe de Estado a Rainha Elizabeth II.

 

É o Estado menos populoso do Reino Unido, com cerca de 1,75 milhão de habitantes e tem como capital a cidade de Belfast.

 

A cidades mais populosas são Belfast, Derry e Lisburn. Detalhe: a região de Belfast abriga quase 1/3 da população norte-irlandesa.

 

A língua oficial é o inglês, apesar de boa parte da população falar o irlandês, também conhecido como gaélico irlandês ou apenas gaélico.

 

A Irlanda do Norte é dividida entre duas comunidades culturais: a dos Unionistas e a dos Nacionalistas Irlandeses. Os Unionistas são protestantes (presbiterianos, em sua grande maioria) os Nacionalistas, católicos.

 

A rixa entre protestantes e católicos começou no século XII, quando o monarca inglês Henrique II tentou anexar a Irlanda. Com o passar dos anos, milhares de imigrantes ingleses, galeses e escoceses foram se transferindo para a Irlanda até formarem um grupo social distinto. Esses imigrantes eram, em sua maioria, protestantes. Os irlandeses sempre foram católicos. Como as tensões entre os dois grupos costumavam ser grandes, o governo britânico acabou por criar duas regiões semiautônomas: a de Ulster (Irlanda do Norte, de maioria protestante) e a da Irlanda (de maioria católica). Os irlandeses do sul tornaram-se independentes de Londres pouco tempo depois, formando um país à parte.

 

A música Sunday Bloody Sunday, cantada pelo grupo de pop-rock U2, é uma referência a um episódio violento ocorrido em um domingo de janeiro de 1972, na cidade de Londoderry, quando as tropas britânicas atiraram contra um grupo de manifestantes católicos, matando cerca de 14 pessoas.

 

O IRA – iniciais de Exército Republicano Irlandês – é um grupo paramilitar católico que luta conta a separação do Reino Unido e integração da Irlanda do Norte com a Irlanda. O IRA depôs as armas em 2005. Apesar disso, existem atualmente duas versões do grupo original: o da Continuidade e o Ira Real que continuam promovendo atentados na Irlanda do Norte.

 

Sinn Fein (expressão em gaélico cujo significado é “nós mesmos”) é o braço politico do IRA original.

 

Acredite se quiser, mas ainda existem muros separando as zonas habitadas por católicos e protestantes. Embora os ânimos estejam apaziguados atualmente, ainda existem alguns desses muros – com o detalhe de que estão cobertos de grafites alusivos ao conflito.

 

Como faz parte do Reino Unido, a Irlanda do Norte não possui bandeira própria. Além da bandeira do Reino Unido, o governo usa o Estandarte do Ulster (imagem acima) para representar a Irlanda do Norte em eventos.

 

O termo Ulster é frequentemente usado como referência a Irlanda do Norte. Ulster, no entanto, é uma das quatro províncias tradicionais da Irlanda. O Ulster é dividido em nove condados, três na República da Irlanda e seis na Irlanda do Norte.

 

Nem todos sabem, mas o Titanic foi construído em Belfast. Não é sem motivos, portanto, que existem na cidade monumentos e museus dedicados às vítimas do naufrágio desse navio.

 

Os ingleses possuem grande fama de consumidores de chá, mas a verdade é que os irlandeses – tanto do norte quanto do sul, cabe aqui frisar – consomem mais xícaras do que eles.

 

Share: