Situada no sul do continente africano, a Namíbia faz fronteira com países como África do Sul e Angola. Apesar de possuir um imenso território, ela é pouco habitada. Possui desertos imensos como o deserto do Kalahari. Saiba mais detalhes e veja algumas curiosidades sobre esse país nas linhas a seguir.

 

O nome do país é uma referência ao Deserto do Namibe (ou Deserto da Namíbia), região árida que cobre boa parte de seu território. “Namib” significa “lugar vasto” em uma das línguas locais.

 

Com uma população estimada em 2 milhões de habitantes, a Namíbia é um dos países menos populosos da África. Detalhe: é como se 10% da população da Grande São Paulo vivesse numa área do tamanho do estado do Mato Grosso.

 

As cidades mais populosas são Windhoek, Walvis Bay, Rundu, Swakopmund e Oshakati. Quase 1/4 da população do país vive em Windhoek, a capital.

 

A maior parte da população segue o cristianismo, principalmente a sua vertente luterana.

 

A língua oficial é o inglês, embora exista um grande número de falantes de africâner, alemão e línguas nativas.

 

A Namíbia foi durante muito tempo controlada pela Alemanha e, posteriormente, pela África do Sul. Só obteve a independência total em 1990, o que faz dela uma das nações mais jovens do planeta.

 

O deserto da Namíbia é uma das regiões mais quentes e áridas do mundo. A sua principal característica é a quantidade de dunas, algumas com mais de 90 metros de altura.

 

Situado na fronteira com Botsuana e África do Sul, o deserto do Kalahari (“Grande Sede”, em uma das línguas nativas) é extremamente quente. As temperaturas podem chegar a 50º Celsius durante o verão. Apesar disso, é habitado por uma imensa quantidade de animais: elefantes, órix, suricatos, leopardos, rinocerontes etc.

 

Um dos lugares mais conhecidos da Namíbia é a Costa do Esqueleto, uma imensa zona árida na fronteira com Angola. Ela recebeu esse nome devido à grande quantidade de ossos de focas e baleias nas suas praias, além de navios encalhados.

 

Embora a maior parte da população da Namíbia seja negra (70%), existe um grande contingente de descendentes de europeus.

 

A influência europeia pode ser observada na arquitetura de diversas cidades. Localidades e pontos comerciais com nomes em alemão são também bastante comuns.

 

Quase 20% do território namíbio é considerado área de proteção ambiental.

 

Situado no norte do país, o Parque Nacional Etosha é um dos maiores recantos da vida selvagem africana. Coberto principalmente por savanas e desertos, ele possui uma grande diversidades de animais, alguns raros como o rinoceronte-negro e o impala-da-cara-preta.

 

A extração e processamento de minerais compreende 20% do PIB do país. A Namíbia é um dos maiores produtores de diamantes e urânio do mundo.

 

Uma das tribos namíbias mais curiosas é a dos himbas. Isso porque a suas mulheres possuem cabelos com tranças (parecidas com dreads) mantidas com gordura e terra vermelha. Elas também costumam untar o corpo com essa mistura para proteger a pele do calor e dos insetos.

 

Fontes: Wikipédia, Brasil Escola, UOL.

Share: