O País Basco é uma região de 20 mil quilômetros quadrados entre a Espanha e a França. Ela é habitada majoritariamente pelo povo basco, que possui origem étnica e fala uma língua diferentes da maioria dos europeus. Conheça algumas informações e descubra detalhes curiosos sobre o local.

 

Os bascos habitam a área há mais de 4 mil anos e, acredite se quiser, ainda conservam a sua língua. Detalhe: ela já foi dominada por romanos, visigodos, mouros e francos.

 

O euskara, o idioma ancestral basco, não possui parentesco com nenhuma das línguas faladas na Europa. Dizem que é mais antigo do que o latim, a língua que originou o espanhol e o francês.

 

Os bascos chamam a sua pátria de Euskal Herria, ou Terra da Língua Basca.

 

Os bascos sempre buscaram a sua independência, inclusive pela ação de alguns grupos terroristas. O grupo mais conhecido é o ETA (Euskadi Ta Askatasua, que significa “Pátria Basca e Liberdade).

 

A maior parte do País Basco fica em território espanhol, assim como a maioria da população.

 

Para onde quer que se vá, é possível encontrar placas em espanhol e euskara. No País Basco francês, as placas são em francês e na língua basca.

 

A região é dividida em sete províncias, três francesas e quatro espanholas. A mais conhecida é a região espanhola de Biscaia.

 

A capital do País Basco espanhol é Vitória, também chamada de Vitoria-Gasteiz. A cidade mais conhecida é Bilbao. Outras cidades importantes são Baracaldo e San Sebastián.

 

Uma das principais cidades do País Basco francês, é Biarritz. Localizada no litoral, ela atrai turistas de toda a Europa, inclusive surfistas. Não sem motivo: as ondas fazem de Biarritz um dos melhores lugares para a prática de surf no continente.

 

A principal atração de Bilbao é o Museu Guggenheim (foto acima). Projetado pelo arquiteto canadense Frank Gehry, ele chama a atenção por suas linhas modernas e revolucionárias. Sua superfície é coberta de titânio. A inauguração do Guggenheim ajudou a atrair turistas e divisas para Bilbao.

 

O País Basco é conhecido pela sua culinária sofisticada. São em torno de 30 restaurantes citados no exigente guia de restaurantes e hotéis Michelin, somando 38 estrelas (só para efeito de comparação, apenas um restaurante brasileiro foi citado).

 

Esqueça o futebol (e o Atlético de Bilbao), o esporte predileto dos moradores da região é a pelota basca.

 

O desejo de independência diminuiu nos últimos anos, inclusive no lado espanhol. Isso porque Madrid tem concedido autonomia e permitido que o PB tivesse leis próprias.

 

Os bascos são extremamente nacionalistas. Isso pode ser percebido pela onipresença da sua bandeira e cores: o vermelho e o verde.

 

Fontes: Wikipédia, Mundo Estranho, Planeta, O Mundo Segundo os Brasileiros.

Share: