O Chade é um país de clima árido localizado no norte da África, fazendo fronteira com países como Líbia, Nigéria e Sudão. Descubra nos tópicos abaixo alguns fatos e curiosidades a seu respeito. Você vai se surpreender.

 

O Chade recebeu esse nome em função do lago Chade, um grande reservatório de água localizado na fronteira com a Nigéria, Niger e Camarões.

 

O Chade é uma ex-colônia francesa do norte da África, cuja independência foi obtida em 1960. É, portanto, um país bastante jovem.

 

São falados mais de 100 idiomas no país, mas as línguas oficiais são o francês e o árabe.

 

O Chade possui atualmente 10 milhões de habitantes, 74% vivendo em áreas rurais (dados de 2015).

 

As principais cidades do país são Jamena, Mundu, Sahr e Abéche.

 

Com cerca de 1 milhão de habitantes, a capital Jamena – ou N’Djamena, como também é conhecida – é a maior e mais populosa cidade do país. Uma curiosidade interessante: Jamena está localizada na fronteira com Camarões.

 

O Chade é um país com diversas religiões, com predomínio de muçulmanos (54%) e cristãos (34%). A maioria dos muçulmanos habita as regiões ao norte e leste do território chadiano, enquanto os cristãos estão concentrados no sul.

 

A poligamia é bastante comum no país, sendo inclusive apoiada por lei. Mais de 30% das mulheres chadianas vivem nesse tipo de união.

 

Outra coisa comum no Chade é a circuncisão feminina. Acredita-se que 45% das mulheres de lá tenham se submetido a essa prática, principalmente as que vivem nas regiões ao norte.

 

Cerca de 80% da população vive abaixo da linha da pobreza, o que torna o Chade um dos 10 países mais miseráveis do mundo.

 

Acredite se quiser, mas a esperança de vida no Chade é de apenas 50,4 anos.

 

A principal atividade econômica é a pecuária de subsistência, praticada por quase 70% da população.

 

As estradas pavimentadas são escassas por lá. Quase não existe saneamento básico, principalmente nas cidades pequenas. O número de linhas telefônicas fixas é também muito baixo.

 

O país é atravessado pelo sahel, uma zona de transição entre o deserto do Saara e as savanas centro-africanas. De vez em quando, essa região é atingida por secas bastante severas.

 

O lago Chade é a principal fonte de abastecimento do país. O problema é que ele perdeu 90% de suas águas desde a década de 1960. Se continuar assim, acredita-se que deva secar totalmente em breve.

 

A bandeira do Chade seria praticamente semelhante a da Romênia se não fosse por um pequeno detalhe: a tonalidade de azul é mais escura.

 

Fontes: Wikipédia, Brasil Escola.

 

Share: