Benito Mussolini foi um político italiano, líder do Partido Nacional Fascista. Apoiou a Alemanha nazista e conduziu o país durante a Segunda Guerra Mundial. O detalhe é que antes de se tornar “Duce”, ele trabalhou como professor e jornalista. Também gostava bastante de salada com alho cru. Veja essas e outras curiosidades sobre o antigo ditador italiano nas linhas a seguir.

 

O nome completo de Mussolini era Benito Amilcare Andrea Mussolini.

 

Mussolini nasceu na vila de Predapio, região da Emilia-Romagna, em 1883. Era filho do ferreiro Alessandro Mussolini e da professora Rosa Maltoni.

 

Aos 19 anos de idade, fugiu para a Suíça para escapar do serviço militar, mas acabou sendo expulso do país.

 

Pouca gente sabe, mas a famosa atriz Sophia Loren foi cunhada de um dos filhos de Mussolini.

 

Mussolini foi um grande simpatizante do socialismo (antes de aderir ao fascismo, convém esclarecer). Chegou a escrever artigos para um jornal de esquerda chamado Avanti, do qual era redator-chefe.

 

Alistou-se no exército italiano, pelo qual lutou durante a Primeira Guerra Mundial. Chegou a alcançar a patente de sargento e veio a ser ferido por estilhaços de uma granada.

 

Mussolini possuía um irmão, Arnaldo, que se tornaria um dos principais teóricos do fascismo.

 

Simpatizava com a ideologia irredentista, que pregava a anexação de outras terras sujeitas ao domínio estrangeiro (“terras irredentas”) com base em teorias de uma unidade étnica ou de uma precedente posse histórica.

 

Era chamado de “Il Duce”, que significa “O Líder”.

 

O slogan político usado na Itália durante a sua ditadura era: “Mussolini sempre tem razão”.

 

Dizem que gostava bastante de salada de alho cru com azeite e limão. Mussolini comia tanto alho que seu hálito chegava a chamar a atenção por esse motivo.

 

Mussolini foi fuzilado pela resistência italiana e seu corpo pendurado num posto de gasolina juntamente com o de sua amante Clara Petacci e outras pessoas.

 

Fontes: Wikipédia, InfoEscola, Aventuras na História.

 

Share: