Terra do frevo e do maracatu, de Chacrinha e Chico Science, o estado de Pernambuco possui uma cultura rica e diversificada. Descubra nos tópicos a seguir algumas estatísticas e curiosidades sobre Pernambuco e sua atraente capital: a cidade de Recife.

 

Com 9,2 milhões de habitantes, Pernambuco é o segundo estado mais populoso do Nordeste e o sétimo do Brasil. O estado nordestino mais populoso é a Bahia.

 

Pernambuco é o 10º estado mais rico do Brasil e Recife é a cidade com maior PIB per capita entre as capitais nordestinas.

 

Também fazem parte do território pernambucano os arquipélagos de Fernando de Noronha e São Pedro e São Paulo.

 

Algumas teorias afirmam ter sido o espanhol Vicente Pinzón o verdadeiro descobridor do Brasil. Pinzón teria chegado à costa pernambucana – mais propriamente em Cabo de Santo Agostinho – 86 dias antes da chegada do português Pedro Álvares Cabral à Bahia.

 

Alguns dos mais antigos sinais de ocupação humana na região onde hoje é Pernambuco datam de mais 40 mil anos.

 

Além do estado de Pernambuco, a antiga Capitania de Pernambuco abrangia os territórios dos atuais Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Alagoas.

 

As cidades mais populosas do estado são: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Caruaru, Petrolina, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Garanhuns e Vitória de Santo Antão.

 

Fundada em 1537, a cidade do Recife é a mais antiga capital brasileira.

 

Com mais 1,5 milhões de habitantes, Recife é a terceira cidade mais populosa do Nordeste, seguida de Salvador e Fortaleza.

 

Recife foi erguida entre os rios Beberibe e Capiberibe. Por ter crescido nas margens desses rios é até hoje chamada de “Veneza do Nordeste”.

 

O Galo da Madrugada, que toma as ruas recifenses durante o carnaval, é considerado pelo Guiness o maior bloco de carnaval do mundo. Ele chega a reunir mais 1 milhão de pessoas.

 

A primeira sinagoga das Américas foi fundada em Recife.

 

Recife é uma das poucas cidades do Brasil com um cemitério próprio para os imigrantes ingleses e descendentes. Inaugurado em 1852, o Cemitério dos Ingleses possui um administrador não remunerado eleito por ingleses e seus descendentes.

 

Pernambuco e outras regiões do Nordeste foram por quase 30 anos colonizados por holandeses.

 

O estado abriga o maior parque tecnológico do Brasil, situado no bairro recifense de Recife Antigo.

 

A rede varejista Casas Pernambucas foi fundada em 1908 no Recife pelo imigrante sueco Herman Lundgren. Com quase 300 filiais espalhadas pelo país, é a décima terceira maior empresa varejista do Brasil.

 

Pernambuco teve participação ativa em diversos episódios da história do Brasil, como a Batalhas dos Guararapes, a Guerra dos Mascates, a Revolução Pernambucana, a Confederação do Equador e a Revolta Praieira.

 

O frevo e o maracatu, duas importantes manifestações do folclore brasileiro, surgiram em Pernambuco.

 

Apesar de ter nascido na Ucrânia e vivido grande parte da vida no Rio de Janeiro, a escritora Clarice Lispector considerava-se uma pernambucana nata.

 

Personalidades nascidas em Pernambuco: Luís Inácio Lula da Silva (ex-presidente), Alceu Valença (músico), Francisco Brennand (artista plástico), Robertinho do Recife (músico), Chico Science (músico), Marco Nanini (ator), Gilberto Freyre (sociólogo), Nelson Rodrigues (dramaturgo), João Cabral de Melo Neto (poeta), Luís Gonzaga (músico), Romero Britto (artista plástico), Aguinaldo Silva (novelista), Chacrinha (apresentador de TV), Dominguinhos (músico), Bezerra da Silva (músico), Guel Arraes (diretor de cinema e TV), Cícero Dias (artista plástico), José Ermírio de Morais (empresário), Arlete Salles (atriz), Manuel Bandeira (poeta), Bruno Garcia (ator), André Valli (ator), Patrícia França (atriz), Lenine (músico), Tuca Andrada (ator), Otto (músico), Mário Schenberg (físico) e Reginaldo Rossi (músico).

 

Algumas das maiores atrações turísticas de Pernambuco: Ilha de Itamaracá, Porto de Galinhas, Cabo de Santo Agostinho, cidade de Recife, Fernando de Noronha e cidade de Olinda.

 

A cidade de Caruaru abriga a maior festa de São João do mundo (uma observação: tal dado é contestado pelos habitantes da paraibana Campina Grande, que alegam ser lá que ocorre o maior São João).

 

Pratos mais tradicionais da culinária pernambucana: tapioca, queijo coalho, sarapatel, feião de corda, escondidinho, bolo de macaxeira, cuscuz nordestino, bolo Souza Leão e bolo de rolo. O bolo Souza Leão e o bolo de rolo receberam status de Patrimônio Cultural Imaterial do estado de Pernambuco.

 

Share: