Criado pelo escritor britânico Ian Fleming, James Bond é sem sombra de dúvida o agente secreto mais famoso do cinema. Mas o que você sabe sobre esse influente e longevo personagem? Veja nas próximas linhas 20 curiosidades a seu respeito. Você sabia, por exemplo que o nome James Bond, foi tirado de um livro de ornitologia?

 

Ian Lancaster Fleming, o criador do agente James Bond, foi oficial da Inteligência Naval do Reino Unido antes de se tornar escritor. Parte de seus conhecimentos sobre espionagem foi adquirido nesse período.

 

Fleming vendeu mais de 100 milhões de livros, sendo 30 milhões ainda em vida. No ano de 2008, o jornal Times escolheu Fleming como um dos 50 maiores autores britânicos desde 1945.

 

O nome James Bond foi retirado de um livro sobre ornitologia. Ian Fleming considerou o nome do autor um dos “mais sem graça” de que já tinha ouvido falar e, por isso mesmo, resolveu usá-lo.

 

Até hoje, foram lançados 24 filmes com o personagem James Bond. O 24º deve chegar aos cinemas em 2019, com o ator Daniel Craig mais uma vez interpretando o agente secreto.

 

O primeiro livro foi Casino Royale, lançado em 1953. O primeiro longa-metragem foi 007 Contra o Satânico Dr. No, de 1962, com o ator Sean Connery.

 

James Bond foi até hoje interpretado por seis diferentes atores: Sean Connery, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton, Pierce Brosnan e Daniel Craig. O australiano George Lazenby atuou em apenas um filme (A Serviço de Sua Majestade), tornando-se o mais obscuro intérprete do personagem.

 

O ator que interpretou o agente o maior número de vezes foi Roger Moore, com sete interpretações Em segundo lugar vem Sean Connery, com seis.

 

O mais mortal dos intérpretes de James Bond foi Pierce Brosnan, com uma média de 33,8 pessoas eliminadas por filme. Não se tem ideia de quantas pessoas foram mortas por Daniel Craig, mas é quase certo que (ainda) não tenha ultrapassado Brosnan.

 

Por ser loiro e baixo, Daniel Craig sofreu no início resistência de produtores e fãs da série. Ele, no entanto, acabou conquistando tanto um lado quanto o outro.

 

James Bond utilizou diversas marcas de automóveis em suas missões: Bentley, BMW, Ford, Lincoln, Lotus e Rolls-Royce. Os mais usados, no entanto, foram os da marca Aston Martin.

 

Chamadas de Bond Girls, as namoradas de James Bond são responsáveis pelas cenas românticas e sensuais dos filmes do agente secreto. Elas foram interpretadas por atriz como Ursula Andrews, Eva Green, Grace Jones, Jane Seymor, Kim Bassinger e Halle Berry, entre outras.

 

Os vilões foram vividos por astros como Telly Savallas, Christopher Lee, Javier Barden e Hervé Villechaize (que, aliás, é mais conhecido pelo papel de Tattoo na série de TV A Ilha da Fantasia, exibida nos anos 1970).

 

Já gravaram canções para as trilhas sonoras de 007 os músicos Paul McCartney, Sheena Easton, Tina Turner, Rita Coolidge, Tom Jones, Madonna, Duran Duran, A-Ha e Adele.

 

Se dependesse de Ian Fleming, o agente secreto seria interpretado pelo ator inglês David Niven. Embora não tenha feito nenhum filme da franquia, Niven chegou a fazer o papel de James Bond em uma paródia de Casino Royale, gravada em 1967.

 

A frase “Bond, James Bond” foi dita pela primeira vez em 007 Contra o Satânico Dr. No. Desde então, se tornou uma das frases mais conhecidas da história do cinema.

 

Star Wars? Harry Potter? Esqueça. A série mais lucrativa da história do cinema é a de James Bond, que arrecadou até o ano de 2014 o equivalente a 15 bilhões de dólares.

 

O biquíni usado pela atriz Ursula Andrews em 007 Contra o Satânico Dr. No foi leiloado em 2001 pela bagatela de 60 mil dólares. Esse mesmo biquíni casou polêmica na época em que o filme foi lançado, quando o Vaticano emitiu um comunicado reprovando “a posição moral do roteiro”.

 

Pesquisadores de duas universidades dos Estados Unidos descobriram os seguintes lances curiosos sobre as namoradas do agente secreto – as chamadas bond girls – surgidas nos filmes feitos até 2006: 72% eram brancas, 45% tinham sotaque europeu, 51% tinham cabelos encaracolados, 9% começaram o filme como vilãs e 12% morreram no final da história.

 

Interpretar James Bond pode ser até certo ponto perigoso para atores e dublês. Um dublê foi mordido por um jacaré durante as filmagens de 007 – Viva e Deixe Morrer; Roger Moore deslocou um ombro e cortou a mão em 007 Contra Octopussy; o mesmo Roger Moore perdeu um dente em 007 – Viva e Deixe Morrer; finalmente, Daniel Craig perdeu dois dentes em Cassino Royale.

 

O bondinho do Pão-de-Açúcar e as Cataratas do Iguaçu foram usados como cenários de 007 Contra o Foguete da Morte, de 1979.

 

Fontes: Brasil Post, Wikipédia, Guia dos Curiosos, Mundo Estranho, Omelete, Globo.com.

Share: