Situada no Sudeste Asiático, a Indonésia é um dos países mais populosos do planeta. É também um país com uma imensa quantidade de ilhas, todas com uma biodiversidade impressionante. Veja nas linhas a seguir algumas pequenas curiosidades que nós selecionamos sobre essa fascinante nação.

 

O nome oficial do país é República da Indonésia.

 

O nome Indonésia veio do grego “indós” e “nesus”, que juntas significam “ilha índica”.

 

O termo Indonésia foi utilizado pela primeira vez pelo britânico J. R. Logan, em 1850.

 

A bandeira indonésia é idêntica à de Mônaco, e invertida, lembra a da Polônia.

 

Com 18,5 milhões de habitantes, Jacarta, a capital, é a cidade mais populosa do país.

 

Com uma população de 160 milhões de pessoas abaixo dos 30 anos, a Indonésia é um país constituído principalmente por jovens.

 

A Indonésia é o país de maioria islâmica mais populoso do mundo.

 

São faladas mais de 740 línguas e dialetos diferentes na Indonésia.

 

A Indonésia é formada por mais de 17.500 ilhas, sendo 6.000 habitadas. As principais são Java, Sumatra, Bornéu, Nova Guiné e Celebes.

 

A ilha de Java é a mais populosa do mundo, onde vive 60% dos 237 milhões de habitantes do país.

 

Mais de 50% do território indonésio é coberto por florestas tropicais.

 

A Indonésia é o terceiro país com maior biodiversidade do planeta, atrás somente de Brasil e Colômbia.

 

Mais de 35% dos animais locais são encontrados apenas em seu território, o que faz da Indonésia um dos países com maior número de espécies endêmicas.

 

A Indonésia é o maior produtor mundial de óleo de palma. O problema é que florestas estão sendo devastadas para dar lugar às plantações de palma.

 

É um dos países com maior quantidade de vulcões ativos de todo o planeta. São 120 vulcões, alguns localizados perto de áreas superpopulosas.

 

A erupção do monte Tambora, em 1815, foi uma das mais mortais da história. Ela matou nada menos que 70 mil pessoas.

 

Temos que lembrar que a Indonésia abriga o maior lago vulcânico do mundo: o lago Toba, com 30 quilômetros de largura e 100 quilômetros de extensão.

 

Temos que lembrar também que a Indonésia é um dos países onde ocorrem terremotos praticamente todos os dias, a maioria imperceptível.

 

Ocorrido em 2004, um terremoto na costa indonésia provocou uma mega-tsunami que devastou o litoral de diversos países, matando 300 mil pessoas.

 

O dragão-de-Komodo, o maior lagarto do mundo, vive em território indonésio (mais propriamente na ilha de Komodo). Ele pode caçar e se alimentar de humanos.

 

A Indonésia é também o lar da maior flor do mundo, a Rafflesia Arnoldii. Acredite se quiser, ela pode pesar até 7,5 quilos.

 

A flor mais fedorenta do mundo também é encontrada na Indonésia. A flor gigante Amorphophallus titanum é também conhecida como flor-cadáver em virtude do seu cheiro podre.

 

Por se encontrar na Linha do Equador, a Indonésia é um país de clima quente e úmido durante o ano todo.

 

O maior templo budista do mundo fica em Borobudur, na Indonésia, onde podem ser encontradas 504 estátuas de Buda. Detalhe: ele é Patrimônio Mundial da UNESCO.

 

A Indonésia possui também a maior mina de ouro do mundo: a Mina Grasberg, onde trabalham de 19 a 20 mil pessoas.

 

A Indonésia foi ocupada pelo Japão durante a 2a Guerra Mundial. Acredita-se que tenham morrido em torno de 4 milhões de indonésios durante o conflito.

 

Acredita-se que o ex-presidente Suharto tenha acumulado uma fortuna de US$ 45 bilhões. Se isso for verdade, Suharto pode ser tranquilamente chamado de o político mais corrupto da história.

 

A Indonésia possui hotéis com andares só para mulheres, onde os quartos são servidos apenas por funcionários mulheres.

 

A Indonésia é atualmente o terceiro maior produtor de gases do efeito estufa do mundo.

 

Quase metade da população ganha menos de US$ 2 por dia, de acordo com dados do Banco Mundial.

 

Imagem acima: templo de Borobudur

 

Fontes: Wikipédia, Superinteressante, Mundo Educação, The Fact File

Share: