Qual a origem da Páscoa? Como saberemos em que data cairá a próxima Páscoa? O que é a Quaresma? Quais as principais cerimônias da Páscoa cristã? Veja essa e outras respostas sobre o assunto, além de algumas curiosidades, no texto a seguir.

 

O carnaval

O Carnaval pode ter se originado de uma festa romana para homenagear Saturno, deus da agricultura. A festa era chamada de…

 

Saturnália

O Império Romano pode ter caído, não a Saturnália. A festa continuou ocorrendo sempre na mesma época do ano. Embora tenha se oposto a esses festejos pagãos, a Igreja Católica, em 590 d. C. decidiu reconhecê-los. Ela exigiu, porém, que o dia seguinte (Quarta-Feira de Cinzas) fosse dedicado à expiação dos pecados e ao arrependimento.

 

Quarta-feira de Cinzas

A data em que se comemora o Carnaval é definida com base na Páscoa – diga-se Calendário Lunar. A Quarta-Feira de Cinzas sempre cai 46 dias antes do domingo da festividade, que é a soma dos 40 dias que antecedem o Domingo de Ramos com os 6 dias da Semana Santa.

 

Quaresma

A palavra quaresma veio do latim quadragésima, o período que antecede o início das celebrações da Páscoa. A quaresma é um tempo litúrgico de meditação, oração, caridade e penitência.

 

Páscoa

Na Páscoa, os cristãos comemoram a Ressurreição de Jesus Cristo, ocorrida após a sua morte na cruz (Sexta-Feira Santa).

 

Páscoa Judaica

A palavra Páscoa se originou no hebraico Pessach, que significa “passagem”. No Pessach, os judeus comemoram o êxodo dos hebreus do Egito sob a liderança de Moisés. Jesus teria sido crucificado na sexta-feira anterior e ressuscitado justamente durante as celebrações da Páscoa judaica.

 

Origem Pagã

O avanço da cristianismo no antigo Império Romano e a influência de outras culturas fez com que a Páscoa cristã incorporasse alguns elementos pagãos como o ovo e o coelho. Uma dessas tradições são os…

 

Ovos de Páscoa

A prática de pintar ovos de galinha ou gansa e usá-los como presente de Páscoa é, em alguns lugares do mundo, mais antigo do que a própria celebração pascoal cristã. Na Ucrânia, o hábito de presentear com ovos de galinha pintados é mais antigo até do que o cristianismo.

 

Primavera

Para muitos povos, os ovos simbolizam o início da vida. Eles eram pintados e dados de presente para comemorar o começo da primavera no hemisfério norte e homenagear Ostera (ou Eostre), a deusa germânica do renascimento e da fertilidade. Ostera era simbolizada por uma mulher com um ovo na mão e um coelho a seus pés.

 

Presente de rei

A realeza europeia costumava presentear seus súditos na Páscoa com ovos ricamente decorados – em alguns casos com ovos banhados em ouro e cravejados de pedras preciosas.

 

Coelho

Animal associado à fertilidade pelos antigos pagãos europeus. Assim como o ovo, a imagem do coelho foi adotada pelos cristãos para simbolizar a renovação e o renascimento.

 

Chocolate

A tradição do ovo de chocolate só foi possível graças ao descobrimento da América, quando os europeus conheceram o chocolate. Quem teve a ideia de produzir ovos de chocolate foram confeiteiros franceses do século XVIII.

 

Colomba Pascal

O que diferencia a colomba pascal do panetone é o seu formato (de pomba/colomba) e o uso acentuado de cascas de laranja na receita. Foi inventada pelos italianos da região da Lombardia. Recebeu esse nome graças ao seu formato e ao hábito italiano de servi-lo no café da manhã de Páscoa.

 

Domingo de Ramos

Celebração católica que lembra a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém. As procissões de fiéis carregando ramos são extremamente comuns nesse dia. As cerimônias do Domingo de Ramos anunciam o início da Semana Santa e ocorrem exatamente sete dias antes da Páscoa.

 

Semana Santa

Na Semana Santa comemora-se a chegada a Jerusalém, a crucificação e a ressurreição de Jesus. Os dias são chamados de Domingo de Ramos, Segunda-feira Santa, Terça-feira Santa, Quarta-feira Santa, Quinta-feira Santa, Sexta-Feira Santa, Sábado de Aleluia e Domingo de Páscoa.

 

Malhação de Judas

A malhação de Judas Iscariote, considerado na tradição cristã o homem que traiu Jesus, foi introduzida na América Latina pelos colonizadores espanhóis e portugueses. No Brasil, o boneco que representa Judas é surrado ou queimado (ou surrado e queimado) por uma multidão.

 

Cerimônia do Lava-pés

A Cerimônia do Lava-pés sempre ocorre na missa de Quinta-feira Santa. O papa, cardeal ou bispo lava os pés de 12 fiéis que representam os apóstolos de Jesus. Segundo a tradição cristã, Jesus teria lavado os pés dos apóstolos antes de ser preso e crucificado. Lavar os pés seria, portanto, um gesto de humildade e entrega ao outro.

 

Procissões

As procissões do Domingo de Ramos e da Sexta-feira Santa foram trazidas pelos colonizadores ibéricos. Na Sexta-feira Santa, os crentes saem em procissão pelas ruas de suas cidades a fim de lembrar o calvário e a crucificação de Jesus.

 

Teatro

A Paixão de Cristo é lembrada com cerimônias religiosas e peças de teatro. As peças lembram as pregações, o martírio, a crucificação e a ressurreição. A encenação mais conhecida no Brasil é a de Nova Jerusalém, no estado de Pernambuco.

 

Bacalhau

Todos sabem que o consumo de bacalhau é maior na Páscoa. Mas quem trouxe esse costume para o Brasil? Foram os portugueses, que seguiam as regras da Igreja Católica de não comer carnes “quentes” (as carnes vermelhas) durante os dias santificados como a Sexta-feira Santa.

 

 

Share: